OPINIÃO

14 dicas para o micro empreendedor ter coragem

empreendedor-coragem-2017
(Imagem: FreePik)

Os pequenos empresários/autônomos sofrem no início de ano, pois seus produtos e serviços acabam sendo trocados por presentes e gastos como festas, viagens, férias, dentre outros. Consultora e Coach Especialista em planejamento estratégico, marketing e business da Thank God it’s Today, Ligia Costa deixa dicas para o micro empreendedor ter coragem, superar o início do ano e prosperar em 2017.

  1. Desenvolva um modelo mental de liderança. Seja positivo, transparente, inspire-se, trabalhe seu autoconhecimento e mantenha suas atividades físicas em dia. Estas dicas vão ajudá-lo a ter/gerar a energia necessária para os dias mais difíceis.
  2. Não deixe que pequenos obstáculos te paralisem. É hora de agir no presente, planejando o futuro, sem ficar perdendo tempo com fofocas, com pessoas invejosas ou assuntos que atrapalham odesempenho do seu negócio.
  3. Calcule os riscos. Invista em inovação, criatividade, qualidade em prestação de serviço, mas não invista dinheiro sem que você játenha um contrato ou um faturamento estável para pagar a dívida futura.
  4. Escute seus funcionários, parceiros, clientes, faça pesquisas de mercado e escute toda a cadeia que impacta diretamente no seu negócio. Escute suas dificuldades, suas dores, suas necessidades imediatas e antecipe-se na excelência de prestação de serviço.
  5. Reduza gastos invisíveis, como por exemplo custos relacionados a gasolina, cafés, material de escritório, é hora de olhar todos os possíveis custos que nem lembramos que existem.
  6. Crie novos parceiros de negócios e pense em uma nova economia colaborativa. Utilize-se da tecnologia e de plataformas que possamajudar você a fazer a gestão do seu negócio de forma estruturada e sem aumentar o seu custo fixo.
  7. Esteja aberto a financiamentos coletivos, a redes de consultoria colaborativas, a softwares de gestão, a terceirizar serviços, entenda que os modelos de negócio mudaram e a tecnologia está ai paraotimizar seus processos.
  8. Planeje seu ano de forma adequada para aguentar as sazonalidades do mercado, entenda os meses que possuem quedas de venda e crie antecipadamente ofertas e promoções para evitar uma queda muito brusca de receita nesse período.
  9. Entenda os riscos e os momentos que o seu negócio considerando os desafios atuais da economia e inflação do Brasil do ano de 2017. Este é um fato, antecipe suas necessidades para que você nãoseja surpreendido.
  10. Converse com o seu melhor cliente e veja como você pode oferecer serviços ou produtos ainda melhores. Quais as necessidades futurasdele e antecipe-se.
  11. Posicione-se com marca, identidade visual, marketing para gerar empatia e afinidade com o seu público ideal.
  12. Lembre-se, não existe mais B2B (business to business) ou B2C (business to consumer), hoje falamos de H2H (human to human). Quanto maior for sua habilidade de conhecer o seu cliente, melhor será a sua oferta paraatendê-lo.
  13. Planeje-se, não vai faturar aquilo que você esperava, pense em maneiras criativas para superar esse período. Trabalhar dentro de uma realidade é o que faz o seu planejamento ser sustentável a médio e longo prazo.
  14. Analise seus concorrentes, o mercado e casos de sucesso, mesmo que de segmentos diferentes do seu. É ótimo para ideias.

Pense coletivamente, como ser um líder que inspira e como todos os dias você pode cada vez mais impactar a sua comunidade. Muitas vezes a satisfação não virá apenas no retorno financeiro do seu negócio, mas também no impacto e na transformação que você gera ao seu redor. Um trabalho em 2017 cheio de planejamento, foco e produtividade, compreendendo que o conceito de sucesso e de lucro podem mudar.

Ligia Costa. Empresária, especialista em marketing digital, coach de alta performance e idealizadora da consultoria Thank Godit’s Today.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Leitor-Articulista

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR