Dissertação

A contribuição da comunicação para a saúde

capa

A contribuição da comunicação para a saúde: Estudo de comunicação de risco via rádio na Grande São Paulo

O presente trabalho tem o objetivo de analisar via programação das rádios comunitárias: “8 de Dezembro” situada na Cidade de Vargem Grande Paulista e “Cantareira”, situada na Vila Brasilândia, município de São Paulo e junto aos discursos de seus ouvintes, como se dá a comunicação de riscos sanitários inerentes ao campo da vigilância sanitária e qual é a influência destas mensagens nos hábitos cotidianos desses ouvintes.

Utilizou-se como instrumento da metodologia adotada, o documental proporcionado pela programação das rádios, levantando o conteúdo abordado sobre saúde e mais especificamente sobre vigilância sanitária, e entrevistas qualiquantitativas junto a 106 ouvintes de tais rádios, utilizando-se a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC).

Posteriormente os dados foram tabulados com a ajuda do Software Qualiquantsoft. Dentro desse quadro, concluiu-se que as rádios comunitárias podem ser um espaço de comunicação em saúde pública através de processos educomunicativos, ou seja, processos onde a comunicação tem papel educativo sobre a população, estimulando uma comunicação de riscos sanitários mais eficiente e democrática, enquanto formador de cidadania.

Na educomunicação, a recepção é crítica e interage com a emissão, resignificando a mensagem, a partir de sua experiência de vida local, social, cultural, educacional, religiosa, etc.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino