JORNALISMO

Acusado de matar jornalista Marcolino Júnior é condenado a mais de 30 anos de prisão

Julgamento aconteceu nesta semana e foi marcado por embates entre defesa e acusação (Imagem: Ana Rebeca Passos/Tv Asa Branca )

O design gráfico Rafael Leite da Silva, acusado de matar o jornalista Marcolino Júnior, foi condenado a 30 anos e cinco meses de prisão pelo crime. A decisão saiu na quarta-feira, 21, em julgamento que durou 15 horas. As informações são do G1.

O portal de notícias da Globo informa que Silva deve cumprir a pena em regime fechado por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, emprego de meio cruel, e recuso que impossibilitou a defesa da vítima) e ocultação de cadáver. O acusado já está preso na Penitenciária Juiz Plácido de Souza. Diante da decisão, o advogado de defesa, Cláudio Sales, disse que vai recorrer.

Entenda o caso

O jornalista e colunista social Marcolino Júnior foi morto a facadas dentro de um quarto de motel em Caruaru, no Pernambuco, em abril de 2016. Silva, o acusado de executar o profissional da comunicação, foi preso depois de tentar vender o veículo de Júnior.

As investigações revelaram que Silvia teria dado um golpe de jiu-jitsu na vítima e três facadas, sendo que a causa da morte foi “choque hemorrágico causado por ferimento perfuro-cortante”. À época, o delegado Marcio Cruz informou que o corpo da vítima foi transportado no porta-malas de seu próprio carro e, em seguida, foi desovado em um matagal. “Temos provas concretas para afirmar que [o homem que tentou vender o carro] agiu sozinho dentro do motel. Ele matou e colocou o corpo de Marcolino na mala do carro”, disse o delegado em entrevista ao G1 em maio de 2016.

A Polícia Civil ainda afirmou que o assessor pessoal do jornalista teria sido o mandante do crime. Segundo os delegados, ele monitorou toda a ação executada pelo outro suspeito preso. O motivo do crime seria o interesse do assessor nos bens da vítima.

jornalista marcolino junior
Jornalista Marcolino Júnior foi morto em abril de 2016 (Imagem: Arquivo Pessoal)

 

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017