JORNALISMO

ANJ e Centro Knight realizam primeiro MOOC de fact-checking em português

curso fact checking

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas promoverão, de 5 de junho a 2 de julho, o MOOC “Fact-checking – a ferramenta para combater notícias falsas”. O curso é o primeiro on-line em português a ser lançado sobre o tema, e as inscrições são gratuitas. O treinamento fica a cargo da jornalista Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa.

Dividido em quatro módulos semanais, o curso pretende abordar as origens do fact-checking, plataformas do segmento no mundo, técnicas e metodologias, princípios éticos de checadores e bastidores de histórias. Complementam o programa exercícios práticos de checagem.

Embora tenha sido formulado para jornalistas, o curso não tem pré-requisitos e é aberto a todos que queiram conhecer a metodologia de fact-checking. Interessados podem ler o programa e se inscrever neste link.

Vale destacar que, apesar de cada módulo estabelecer prazos, todas as atividades do MOOC serão assíncronas. Isso significa, na prática, que os participantes poderão estudar, fazer os exercícios e assistir às vídeo-aulas (já previamente gravadas) nos horários de sua preferência. Diferentemente dos cursos on-line oferecidos pela Abraji, os MOOCs são massivos – milhares de alunos participam do treinamento ao mesmo tempo, o que torna impossível tirar dúvidas diretamente com os instrutores. Além do conteúdo em vídeo, o curso oferece leituras, slides e fóruns de discussão.

Apesar de o MOOC ser gratuito, os participantes que desejarem receber certificado deverão cumprir todas as tarefas exigidas no curso, completando os testes e exercícios propostos. Também é preciso pagar uma taxa de US$ 30 em cartão de crédito internacional. O certificado não está associado a nenhum tipo de hora complementar.

O curso tem o apoio do Google News Lab.

Serviço
Curso “Fact-checking – a ferramenta para combater notícias falsas”
De 5 de junho a 2 de julho
Inscreva-se aqui

SOBRE O AUTOR

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino