JORNALISMO

Após 15 anos, Folha atualiza manual de redação com “procedimentos jornalísticos que surgiram na internet”

O 95º aniversário da Folha de S. Paulo chegou com novidades. Desde 2001 sem ser atualizado, o manual de redação do impresso ganhará reformulação. Segundo o jornal, a ideia é incluir “procedimentos jornalísticos que surgiram na internet”. Quem acessar o novo manual vai perceber, também, que ele será mais enxuto do que o atual.

A Folha afirma que o manual será lançado ainda neste ano, mas não divulgou data oficial. A primeira versão do material foi publicada em 1984, sendo que de lá para cá três atualizações foram feitas nos anos 1987, 1991 e 2001. O impresso comenta que, na última modificação, o livro não contemplou as novas rotinas digitais.

Editor de Opinião e coordenador da comissão do manual, Uirá Machado comenta a alteração. “O manual atual é o mais longevo de todos – e justamente num momento em que o jornalismo passa pelas transformações mais profundas. A nova versão pretende lidar com essas mudanças”.

A previsão é que o livro aborde a padronização de estilo específica para as versões digitais da Folha e discussões éticas envolvendo o ambiente das redes sociais. O impresso adianta que informações encontradas facilmente na internet deixarão de aparecer no manual, permitindo, assim, que a versão fique mais enxuta. “O anexo que contém o significado de siglas usadas com frequência, por exemplo, deixou de ter sentido”, comentou Machado.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Tácila Rubbo

Tácila Rubbo

Estudante do 7º semestre do curso de jornalismo da Fiam-Faam, 23 anos. Trainee de redação do Portal Comunique-se desde setembro de 2016. Começou na empresa como estagiária, função que desempenhou por um ano e dez meses. Atualmente, é a responsável pelo conteúdo de parceiros publicado no site, avaliando os materiais recebidos e mantendo contato com os “articulistas-parceiros”. Além disso, cuida de produções externas e, claro, produz notas e reportagens especiais.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017