JORNALISMO

Atentado: carro de repórter é incendiado no interior de SP

atentado - diário da região
Carro do jornalista Rodrigo Lima foi incendiado (Imagem: Guilherme Baffi)

O repórter Rodrigo Lima, do Diário da Região de São José do Rio Preto (SP), sofreu momentos de tensão na última sexta-feira, 4. Segundo o site da própria publicação sediada no interior paulista, o jornalista foi alvo de atentado, tendo o seu carro incendiado em uma rua próxima à redação do veículo de comunicação. O automóvel, um Chevrolet Astra de cor vermelha, ficou completamente danificado.

Rodrigo Lima é profissional com experiência na cobertura política de São José do Rio Preto e região. No momento do atentado, ele estava fora da redação, acompanhando os trabalhos dos vereadores diretamente da Câmara dos vereadores da cidade. Aos 38 anos, o jornalista formado pelo Centro Universitário do Norte Paulista (Unorp) é funcionário do Diário da Região desde junho de 2000.

O atentado

De acordo com o próprio Diário da Região, uma testemunha viu o criminoso – ainda não identificado pelas autoridades – se aproximar do carro do jornalista, despejar líquido inflamável e atear fogo na sequência. Sem ser abordado por ninguém, o homem escapou na companhia de seu comparsa, que o aguardava em outro carro.

Com o carro incendiado, a equipe do jornal acionou o Corpo de Bombeiros, mas acabou controlando as chamas sozinha, com uso de mangueiras e extintores. Ao chegar ao local minutos depois do atentado, funcionários do Corpo de Bombeiros tiveram de fazer o trabalho de rescaldo, evitando, assim, que novas chamas surgissem.

Atentado em vídeo

Vídeo publicado no canal do Diário da Região no YouTube mostra o carro em chamas e, na sequência, os funcionários do jornal tentando controlar o incêndio:

Atentado sem autor identificado

Depois do ato criminoso, o caso passou a ser investigado pela Polícia Civil de São Paulo, que teve acesso às imagens das câmeras registradas pelo Diário da Região e de empresas vizinhas da redação. “Começamos a investigação com verificação em câmeras e vamos ampliando o perímetro. Equipes de investigadores estão neste trabalho para tentar identificar o autor”, contou o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais de São José do Rio Preto, Fernando Teddy.

Além da Polícia Civil, policiais militares tentam identificar o criminoso. O caso provocou revolta por parte do comandante local da PM, Rogério Xavier. “Indignado com a baixeza da ação, informo que estou voltando os esforços da Polícia Militar da região para a identificação de veículos e pessoas em atitudes suspeitas”, comentou o comandante à reportagem do Diário da Região.

Jornalista recebe apoio após atentado

Entidades da área de jornalismo e da região de São José do Rio Preto demonstraram apoio à publicação e ao jornalista. Para a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), o crime cometido e outras ações da mesma natureza “são inaceitáveis em um regime democrático”, diz nota da instituição, que enfatiza: quer os responsáveis pelo atentado identificados e punidos com o rigor da lei. A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) também repudiaram o atentado.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino