TEC & REDES

Atletiba teve audiência na casa dos 2 milhões nas redes sociais

ATLETIBA-TRANSMISSAO
(Imagem: Coritiba Foot Ball Club)

O jogo de futebol entre Atlético e Coritiba, transmitido exclusivamente pelas redes sociais na quarta-feira, 1º de março, atraiu quase 2,5 milhões de torcedores às fan pages dos clubes que competiram pelo Campeonato Paranaense. Exibido também pelo YouTube, o clássico Atletiba atingiu pico de 208,5 mil internautas simultaneamente assistindo a transmissão.

Na página do Atlético-PR no Facebook, 1,7 milhão de visualizadores únicos acompanharam o jogo, com pico máximo de 41,9 mil torcedores. Enquanto na rede social do Coritiba, a exibição atingiu 736 mil visualizações únicas, com pico máximo de 18,3 mil em audiência. Somados, os números ficam na casa dos 2,4 milhões de espectadores.

Durante a transmissão online, a partida foi a vice-líder em audiência em todo o YouTube, ficando atrás apenas de transmissão feita pelo youtuber e humorista Whindersson Nunes.

“Coritiba e Atlético-PR tiveram essa iniciativa inédita no futebol brasileiro e talvez mundial, a qual quebrou paradigmas das transmissões de jogos. O clube só tem a ganhar, os torcedores também, pois vão levar o jogo para qualquer lugar do mundo, e podendo gerar receita, superando os valores que as tvs tradicionais oferecem para os clubes”, destacou o diretor de marketing e comunicação do Coritiba, Gustavo Hauer.

Transmissão exclusiva pela web

A ideia de realizar transmissão exclusivamente pela web surgiu porque no domingo, 19 de fevereiro, os times Atlético-PR e Coritiba se recusaram a jogar confronto válido pela 5ª rodada do Campeonato Paranaense. O motivo foi que, instantes antes da partida, a Federação Paranaense de Futebol não permitiu o início do jogo, alegando que o contrato com a Rede Globo proibia a exibição de partidas do campeonato por outros meios de comunicação – impedindo, assim, os times de transmitirem o clássico em seus próprios canais na web.

Cancelado o clássico Atletiba, os dois times se posicionaram contra a decisão da Federação Paranaense de Futebol. Por meio de sua conta oficial no Twitter, o Coritiba pediu desculpas aos torcedores que chegaram a ir ao estádio ver a partida e ao público que acompanharia o jogo pelos canais no YouTube e Facebook. O clube “coxa branca”, contudo, registrou que a ação planejada em conjunto com o rival Atlético-PR representa “momento histórico”.

Atlético e Coritiba têm jogo via YouTube vetado por federação

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino