MARKETING & PROPAGANDA

Campanha do governo federal relaciona resgate de animais com morte no trânsito

Campanha causou polêmica nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Facebook)

A nova campanha do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil causou polêmica na internet ao relacionar o resgate de animais com mortes no trânsito. Com o slogan “gente boa também mata”, a ação pretendia abordar acidentes causados por cinco tipos de condutas: embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, uso de aparelho celular e não uso de dispositivos de segurança.

O objetivo da ação publicitária era alertar que pessoas que tomam boas atitudes, como resgatar animais, também podem matar se tiverem uma conduta errada ao volante. Mas a mensagem confusa misturou os dois assuntos e levou críticas dos internautas nas redes sociais.

“Que agência de publicidade que criou essa campanha? Repreendendo boas ações para chamar a atenção sobre distrações que podem causar acidentes fatais. Que desserviço social”, disse um dos seguidores da Fanpage do ministério responsável pela campanha.

Em outras peças, a ação anuncia que “quem planta árvore também pode matar” e que “o melhor aluno da classe também pode matar”. “Não acho o slogan adequado. Gente boa não mata do jeito que a propaganda pretende. Gente boa também é vítima da morte por uma série de circunstancias da vida, principalmente da irresponsabilidade”, disse outro usuário do Facebook.

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017