JORNALISMO

Congresso da Abraji terá mais de 10 cursos de jornalismo de dados

congresso da Abraji - cursos - jornalismo de dados
(Imagem: Alice Vergueiro)

Doze oficinas de jornalismo de dados serão oferecidas ao público que comparecer ao 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo. A oferta de cursos, cada vez mais ampla, repete fórmula que já deu certo no ano passado. A programação do Congresso da Abraji pode ser vista aqui.

Para este ano, “diversificamos as oficinas e estamos dando espaço para cursos mais longos e avançados”, diz Tiago Mali, coordenador de cursos e instrutor do curso de jornalismo de dados da Abraji. “Queríamos tempo para aprofundar temas que demandam mais, como programação em Python ou investigação de gastos públicos.”

Além da linguagem Python, os cursos trabalharão com outra linguagem avançada, como SQL, e também com ferramentas intermediárias e simples, como Prompt de Comando, CartoDB, Google Fusion Tables, Google Planilhas e Excel. As técnicas que serão apresentadas envolvem desde cruzamento e raspagem de dados até manuseio de grandes bases e programação.

“Pensamos nos cursos para que os participantes pudessem seguir trilhas temáticas com sequências de workshops básicos, intermediários e avançados”, continua Mali. A ideia é que as pessoas tenham opção em cada nível em boa parte dos horários. Haverá cursos no período da manhã e da tarde nos três dias do Congresso, com duração de pouco mais de uma hora até três horas e meia.

São instrutores dos cursos o editor de dados do JOTA, Guilherme Jardim Duarte; o coordenador da Escola de Dados e líder do Google News Lab no Brasil e na América Latina, Marco Túlio Pires; o editor de gráficos no Vox, Javier Zarracina; e Tiago Mali, entre outros.

Oficinas especializadas

Para quem busca saber como se trabalha com jornalismo de dados na cobertura de temas específicos, o Congresso oferece o curso “Onde encontrar e como interpretar dados do sistema prisional”, com Haydee Svab. Svab é membro da comunidade Transparência Hacker e CEO da ASK-AR (Analysis of Social Knowledge Associated Researchers), projeto de consultoria de análise de dados e fenômenos sociais. O curso será realizado no sábado, 1º de julho, das 9h às 10h30.

Embora não se debrucem sobre um só tema de cobertura, os cursos “Vídeos explicativos para web” e “Preciso de um infográfico: como usar recursos visuais para me comunicar” também se destacam por tratarem do uso de dados para a produção de conteúdo visual. Além deles, dois outros cursos – “Uso de mapas e reportagens” e “Google Fusion Tables: conte histórias com mapas sem saber programação ou design” – são destinados exclusivamente ao uso de ferramentas para produzir mapas.

O 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo acontece nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho na Universidade Anhembi Morumbi, unidade Vila Olímpia, em São Paulo. Com mais de 60 painéis e oficinas, o evento dura das 9h às 17h30 nos três dias.

Serviço

12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo

Universidade Anhembi Morumbi – Campus Vila Olímpia
(Rua Casa do Ator, 275 – São Paulo, SP)

De 29 de junho a 1º de julho de 2017.

Inscrições até 26 de junho em por meio do site.

Congresso da Abraji terá sessões exclusivas para networking

SOBRE O AUTOR

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

2 Comentários

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino