JORNALISMO

Diretor nacional de jornalismo de rádio deixa o Grupo Bandeirantes

jose-carlos-carboni-band
(Imagem: Reprodução)

Depois de quase 20 anos dedicados ao Grupo Bandeirantes, o psicólogo e jornalista José Carlos Carboni se despede da empresa. A decisão estava sendo amadurecida há um ano e, agora, foi concretizada. Em carta de despedida enviada internamente para a equipe, o profissional agradeceu pelo tempo que esteve no grupo e adiantou que vai se dedicar à área da psicologia e ao coaching.

“Minha vida começa a mudar, depois de muito tempo com o corpo e a alma dedicados ao jornalismo. A ideia ganhou contornos desde, mais ou menos, um ano. Logo a compartilhei com a alta direção do Grupo Bandeirantes que, passada a surpresa, entendeu, respeitou e colaborou para a concretização desse desejo pessoal”, escreveu José Carlos Carboni em texto divulgado pelo colunista do UOL na quarta-feira, 23, Flávio Ricco.

A história de Carboni com o Grupo Bandeirantes começou em 1997, quando ele desembarcou na empresa para ser diretor de esportes, cargo que assumiu até agosto de 2004. Em seguida, migrou para a direção de jornalismo da Rádio Bandeirantes, onde permaneceu até outubro de 2013. Depois, foi convidado para o atual posto de diretor nacional de jornalismo do Grupo de Rádios da empresa. O profissional ainda acumula experiência no jornal A Gazeta Esportiva (SP), onde começou sua carreira, foi editor de jornalismo na TV Cultura e passou longo período na Rádio Jovem Pan, onde atuava como diretor de esportes. No total, foram 48 anos dedicados à profissão.

José Carlos Carboni afirmou na carta de despedida que nunca vai esquecer o Grupo Bandeirantes e agradeceu aos amigos pelo período de trabalho. “Obrigado a todos. E um especial agradecimento ao Mario Baccei, grande parceiro nesta incansável busca por se fazer mais e melhor a cada dia”.

O Grupo Bandeirantes ainda não divulgou o nome do profissional que vai substituir José Carlos Carboni.

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017