CARREIRA JORNALISMO

Entidade busca mulheres para reportagem na Colômbia e em El Salvador

(Imagem: Divulgação/IWMF)

A International Women´s Media Foundation (IWMF) procura jornalistas mulheres que estejam interessadas em realizar viagem de produção de reportagem à Colômbia e a El Salvador. A viagem está prevista para acontecer de 26 de março a 8 de abril de 2017. Todas as despesas serão cobertas pela IWMF.

Ao todo, serão selecionadas 12 jornalistas. Dessas, seis profissionais vão produzir reportagens sobre mulheres, paz e segurança na Colômbia. O grupo ficará baseado na cidade de Quidbó, localizada no departamento de Chocó. Concomitantemente, outro grupo de seis jornalistas vai realizar a cobertura de temas relacionados ao desenvolvimento rural e a segurança. Elas ficarão baseadas em San Salvador, capital de El Salvador.

Ambos os grupos começarão a jornada na Cidade do México, onde vão participar de treinamento de segurança e assistirão a aulas e workshops sobre a história da América Latina e das regiões a serem visitadas. Depois disso, vão partir para as cidades designadas por oito dias, para conversar com jornalistas locais, colaborar com suas colegas de outros países, além de conhecer recursos e locais relevantes para suas reportagens.

Para participar, as jornalistas devem trabalhar em algum veículo de comunicação ou serem repórteres freelance com, no mínimo, três anos de experiência profissional. As inscrições são aceitas em espanhol e inglês e as jornalistas devem demonstrar o apoio de editor ou portfólio de publicações em meios de comunicação.

As reportagens produzidas em viagens de reportagem anteriores foram publicadas em vários veículos de todo o mundo e podem ser lidas aqui. O IWMF também possui bolsas para a produção de reportagens na África e em outras regiões da América Latina.

Todas as despesas com logística, alojamento, refeições, tradutores e vistos serão cobertas pela IWMF. As inscrições podem ser realizadas até 17 de janeiro de 2017, por meio do site da IWMF.

O programa é parte da iniciativa Adelante, da IWMF, que já enviou 30 jornalistas estrangeiras para realizar a cobertura de assuntos relevantes para a América Latina. Até 2020, a IWMF pretende enviar 250 jornalistas para viagens de reportagem.

 

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017