Pautas & Notas

Entrevistas da Veja em livro, reforço na Agência 242 e série sobre LGBTfobia

veja livro paginas amarelas
(Imagem: Divulgação)

Veja lança livro com compilado de entrevistas da seção ‘Páginas Amarelas’

Publicação do Grupo Abril, a revista Veja acaba de lançar o livro A História é Amarela – Uma antologia de 50 entrevistas da mais prestigiosa seção da imprensa brasileira. A obra reúne as mais consideradas entrevistas da seção ‘Páginas Amarelas’ como a de Carlos Drummond de Andrade e Chico Buarque de Hollanda, e internacionais, como Gabriel García Márquez e Bill Gates.

“Uma das ideias era fazer um livro que, de algum modo, pudesse representar a excelência do jornalismo de Veja às vésperas dos 50 anos da revista, que serão celebrados em setembro do ano que vem. E perguntamos: por que não um livro em torno de uma das grandes marcas da publicação, as ‘Páginas Amarelas’?”, explica o redator-chefe de Veja, Fabio Altman.  A obra tem tiragem de 192 mil exemplares.

agencia 242 equipe

Agência 242 ganha quatro profissionais

A Agência 242 acaba de anunciar a contratação de Leandro Souza, Bárbara Soncine, Gilmara Souza e Lucas Costa, que passam a atuar, respectivamente, como social media, atendimento, key account e designer. O reforço na equipe tem como objetivo fortalecer a performance e contribuir para a entrega de resultados.

“A missão da Agência 242 é ser uma consultoria de negócios full-service, entregando ao parceiro, que não enxergamos apenas como cliente, resultados efetivos”, afirma o sócio-fundador Gabriel Santacreu.

espn serie lgbt

ESPN exibe série sobre LGBTfobia no futebol

Nesta semana, a ESPN Brasil transmite a série ‘Futebol fora do armário’, especial de três reportagens no SportsCenter e no WatchESPN sobre a LGBTfobia no futebol. O primeiro episódio exibido na segunda-feira, 26, mostrou a dificuldade de assumir a sexualidade no futebol.

Segundo as informações da ESPN, a repórter Gabriela Moreira esteve junto de diversas torcidas em São Paulo e no Rio de Janeiro, acompanhou torcedores homossexuais em jogos para mostrar o preconceito velado e abordou os torcedores sobre discriminação e inclusão. O tema foi levado para discussão com jogadores profissionais, dirigentes, além de membros de times de futebol formado majoritariamente por integrantes LGBT.

As reportagens especiais também estarão disponíveis no WatchESPN, plataforma de conteúdo ao vivo e sob demanda disponível em aplicativos para iOS, Android ou acesso pelo portal.

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017