MAIS COMUNICAÇÃO

Com evento aberto ao público, GNT quer repensar o mundo sob novas perspectivas

evento - aberto ao público - Teia GNT
Teia GNT ganha 2ª edição aberta ao público em São Paulo (Imagem: Reprodução/Facebook)

A segunda edição do Teia GNT chega a São Paulo para propor que o público repense o mundo sob novas perspectivas. O ponto de partida da discussão apresentada pelo canal é o questionamento: “Como viver juntos?”. O evento gratuito e aberto ao público será realizado em 13 de junho, no Tomie Ohtake, localizado na zona oeste da capital.

“Vivemos em planeta com sete bilhões de pessoas cada vez mais conectadas, mas ainda enfrentamos dificuldades com algo que é essencial: Conviver. Vamos abrir a discussão e refletir sobre alegria, cuidado e desejo para entender como esses sentimentos e emoções podem nos ajudar a coexistir de forma mais saudável”, informa o canal da Globosat ao anunciar o evento.

A programação do encontro conta com falas inspiradoras, debates urgentes, apresentações-relâmpago, diversão e um show surpresa. Segundo os organizadores, a proposta é oferecer ao público experiência transformadora. A curadoria do conteúdo e direção dos painéis é feita pelo GNT, em parceria com a Asas International Collective of Storydoers (asas.br.com).

Para aquecer os debates, estará presente o americano Dex Barton, que trabalha para ajudar comunidades e empresas a promoverem a paz mundial por meio da tecnologia. Ao final da apresentação, o apresentador Caio Braz vai entrevistá-lo.

Integrante do programa ‘Saia Justa’, Astrid Fontenelle vai comandar o auditório do evento onde serão recebidos convidados para contar experiências relacionadas aos temas alegria, cuidado e desejo. Ao final de cada painel, a apresentadora fechará a rodada com bate-papo entre três especialistas de diferentes áreas.

“O Teia foi criado para gerar reflexão e inspirar dentro de cenário em constante mudança. Este ano, abraçamos temas que falam com a sociedade como um todo e a ideia é que o público reflita sobre suas convicções e repense a realidade a partir de ótica mais humana”, explica Mariana Novaes, gerente de marketing do GNT.

Não inscrição prévia para participação. Os realizadores do encontro recomendam que os interessados em acompanhar os painéis cheguem cedo ao local do evento. Para quem não puder comparecer pessoalmente, o GNT garante transmissão completa do conteúdo do Teia por meio do Youtube.

Outras atrações do evento

Além dos painéis, o canal oferece espaço de convivência, com praça de alimentação, oficina de bordados e ações realizadas pelo movimento ElesporElas e pelo Museu da Empatia, tudo no terraço do Tomie Ohtake.

Ministrada pelo Coletivo Meio Fio, a oficina de bordados vai oferecer aulas de ponto cruz e o participante poderá levar o resultado de sua produção para casa. Em parceria com a Unidade de Vídeos Curtos da Globosat, a Cabine de Reações ElesporElas apresenta seleção de vídeos impactantes ou que inspirem reflexões. Ao final, os participantes respondem às perguntas sobre o que assistiram. No canal oficial do GNT no Youtube, será publicado vídeo mostrando o compilado das melhores reações.

O Teia traz, ainda, e com exclusividade versão pocket do Museu da Empatia, com a instalação “Caminhando em seus sapatos”, onde todos são convidados a escolher um dos pares de sapatos expostos, calça-lo, e, junto a um fone de ouvido, caminhar pelo espaço. Ali, os participantes conhecem a história do dono dos sapatos. “O museu permite experiência única de empatia, criando conexões que levam a repensar coletivamente a realidade que vivemos”, dizem os produtores.

Após toda a programação, o GNT promove pocket show surpresa que encerra a segunda edição do Teia. Mais informações podem ser conferidas por meio do site oficial do evento.

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017