JORNALISMO

Ex-presidente do Palmeiras ganha processo contra jornalista

ex-presidente do palmeiras - processo
(Imagem: Cesar Greco/Agência Palmeiras)

O ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, e o atual diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, ganharam o processo de notícia crime que moveram contra o jornalista Felippe Facincani (entenda o caso-detalhes).

Na audiência realizada em maio no Fórum de Pinheiros, na capital paulista, a juíza Danielle Galhano da Silva condenou Facincani a pagar R$ 10 mil reais, valor que dividido em 20 parcelas iguais de R$ 500,00 (quinhentos reais) será quitado somente em janeiro de 2019.

Nobre e Mattos decidiram que a quantia terá que ser depositada na conta do Instituto Brasil Solidário (IBS) – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, voltada à valorização do ser humano, que oferece oportunidades por meio da Educação.

Facincani efetuou cinco parcelas na conta do instituto, que tem conta na Caixa Econômica Federal. O depósito é rigorosamente feito até o dia 22 de cada mês. O jornalista também teve que se retratar em duas contas nas redes sociais, conforme o texto pré-determinado pelos advogados em que o profissional pede perdão pelo ocorrido.

SOBRE O AUTOR

Anderson Cheni

Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino