TEC & REDES

Facebook, Twitter e Snap disputam transmissão de conteúdos da Copa do Mundo

transmissão- copa do mundo - face twitter snap
(Imagem: Divulgação)

Três grandes empresas de tecnologia pretendem realizar transmissão de conteúdos sobre a Copa do Mundo de 2018. Segundo revelou reportagem publicada pelo site Bloomberg, a intenção parte do Facebook, do Twitter e do Snapchat, que ofereceram dezenas de milhões de dólares para adquirirem os direitos de exibição da 21st Century Fox Inc.

A ideia das empresas de tecnologia é, inicialmente, divulgar materiais relacionados às partidas apenas nos Estados Unidos. O acordo com a emissora não seria necessariamente para a transmissão completa das competições, mas para trechos do que aconteceu, como um resumo ou melhores momentos. Se fechado o acordo, a Fox continuará mantendo seus direitos para usar os destaques da Copa do Mundo do ano que vem em todos os programas do canal.

Ainda de acordo com a notícia da Bloomberg, a Fox teria adquirido os direitos de transmissão do evento por US$ 400 milhões e escolheria uma das redes sociais com objetivo de propagar o conteúdo da Copa e manter a atenção dos fãs do esporte. Além disso, o interesse das plataformas em vídeos, incluindo aqueles com abordagens voltadas a esportes, dá ao canal potencial nova fonte de receita para os jogos, enquanto para Facebook, Twitter e Snapchat, a transmissão do torneio realizado na Rússia é modo de atrair anunciantes.

Outra questão mencionada pelo site é que, com o fuso horário entre Estados Unidos e Rússia, a maioria dos jogos da Copa do Mundo 2018 será exibido na Tv americana no período da manhã ou durante a madrugada, o que favorece que as pessoas procurem na internet conteúdos que mostrem os melhores momentos das partidas. Apesar disso, tal medida não é um negócio sem risco para as TVs, já que pode direcionar a procura de anunciantes e usuários para redes sociais, cujas receitas com publicidade não param de crescer.

Transmissão ao vivo Prêmio Comunique-se

Notícias Corporativas

TRANSMISSÃO PRÊMIO COMUNIQUE-SE 2017