TEC & REDES

Facebook investe em inteligência artificial e realidade virtual

facebook- inteligencia artificial - realidade virtual
(Imagem: Divulgação)

Durante o F8 – evento anual do Facebook, onde desenvolvedores se reúnem por dois dias para explorar o futuro da tecnologia – o diretor-executivo de tecnologia (CTO), Mike Schroepfer, falou sobre o objetivo da empresa de desenvolver tecnologias que ajudarão as pessoas a construir comunidade global. Segundo o executivo, a rede social está investindo em tecnologias como conectividade, inteligência artificial e realidade virtual e aumentada, para os próximos 10 anos.

Além de Schroepfer, outros palestrantes do evento compartilharem suas visões e atualizações sobre algumas das áreas nas quais o Facebook está focado a longo prazo, como o diretor do programa de conectividade Yael Maguire, o diretor de aprendizagem de máquina aplicada Joaquin Quiñonero Candela, o cientista-chefe do Oculus VR Michael Abrash e a vice-presidente de engenharia e Building 8 Regina Dugan.

De acordo com a rede social de Mark Zuckerberg, quando o assunto é conectividade, em vez de procurar uma única solução para todas as situações, o investimento está focado em estratégia estrutural. Ou seja, tecnologias diferentes para casos distintos serão desenvolvidas e utilizadas juntas para criar rede extensa e flexível.

A inteligência artificial (IA) vem sendo utilizada para criar experiências visuais em aplicativos como Facebook, Instagram e Messenger. Com a capacidade de aplicar algoritmos e visão computadorizada em dispositivos, a câmera agora pode compreender o ambiente ao redor, reconhecer pessoas, locais e coisas. Além disso, a IA é usada para melhorar a qualidade de imagens e vídeos.

“A nova Camera Effects Platform oferece aos desenvolvedores maneira de construir ferramentas de expressão criativa e nós compartilhamos algumas demonstrações de ideias que surgiram em nossa pesquisa”, diz a rede social.  “Atualmente, computadores são capazes de entender todos os pixels de uma imagem. Esses avanços têm tornado novas experiências possíveis, como poder adicionar objetos e efeitos a cenas do mundo real”.

Além de abrir a Camera Effects Platform, o Facebook anunciou abertura do código-fonte do software Caffe2 – uma estrutura para construir e aplicar algoritmos de IA em smartphones – e informou que está fazendo parcerias com a Amazon, Intel, Microsoft, NVIDIA, Qualcomm e outras empresas.

Realidade virtual

A rede social de Zuckerberg anunciou, ainda, que está investindo em conteúdo de realidade virtual (VR) para hardware e software de PC e mobile. Durante o F8, foi apresentado novo design para a tecnologia Surround 360, que permite a produção de vídeos em alta qualidade para realidade virtual.

De acordo com o site, a tecnologia é capaz de criar conteúdos mais imersivos e envolventes gravados em VR. A câmera permite que a pessoa se movimente dentro da cena do vídeo e veja o conteúdo de ângulos diferentes, – o que é conhecido como seis graus de liberdade ou 6DoF – levando a sensação de imersão para outro nível.

“Para tornar a computação virtual parte de nossas vidas da mesma forma que o smartphone é hoje, nós precisaremos de plataforma de realidade aumentada transparente – provavelmente óculos transparentes capazes de mostrar imagens virtuais sobrepostas ao mundo real. O conjunto de tecnologias necessárias para alcançar a realidade aumentada completa ainda não existe. Esse é investimento de uma década que precisará de avanços consideráveis em ciência material, percepção, gráficos e muitas outras áreas. Mas uma vez que essa evolução seja atingida, a realidade aumentada terá o potencial de aprimorar quase todos os aspectos de nossas vidas, revolucionando a forma como trabalhamos, jogamos e interagimos”, finaliza o Facebook.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli, a repórter Nathália Carvalho e a trainee Tácila Rubbo.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017