OPINIÃO

Folha de S. Paulo se rende à tendência e lança página de notícia boa

folha - notícia boa - sonotíciaboa - dias melhores
(Imagem: Reprodução/Folha.com)

Um dos jornais de maior circulação no Brasil se rendeu à tendência da notícia boa, como o SóNotíciaBoa faz desde 2011 – e desde 2009 no blog que deu origem ao nosso portal.

A Folha de S. Paulo lançou este mês uma página chamada ‘Dias Melhores’, para divulgar fatos positivos e inspiradores que acontecem no Brasil e no mundo.

A atitude da Folha – independentemente de seus posicionamentos políticos – revela que o grande veículo de comunicação enxergou a ansiedade do leitor, que não aguenta mais tanta notícia ruim, fato que constatamos diariamente nas mensagens que recebemos pelas redes sociais do SNB.

Pesquisa sobre notícia boa

Um artigo da ombudsman da Folha de São Paulo sobre sua nova página cita um estudo do Pew Research Center, que reuniu 165 pesquisas nacionais sobre as preferências por notícias nos últimos 20 anos nos EUA.

A pesquisa “demonstrou que leitores compartilham mais notícias positivas do que notícias negativas”, diz Paula Cesarino Costa.

“O estudo liderado pelo psicólogo Jonah Berger, autor do livro “Contágio: Por Que as Coisas Pegam” (Leya, 2014), mostrou que histórias que despertaram emoções –especialmente positivas– eram mais propensas a serem compartilhadas pelos leitores”, prossegue.

A matéria reafirma o que o SóNotíciaBoa vem defendendo há anos, agora nas palavras de um dos chefões da Folha.

“O editor-executivo da Folha, Sérgio Dávila, diz que a demanda do leitor por boas notícias é forte. ‘Jornalismo também é apontar com exatidão e profundidade as notícias que indicam progresso, melhoria, superação’”, constata.

Coragem

O artigo fala ainda outra verdade: sobre a coragem de um veículo de comunicação em se posicionar e bancar o que para ele é notícia boa.

“…Não é tão simples nem óbvio eleger o que é bom exemplo. Esse é apenas um dos desafios. É preciso ter coragem e método ao fazer escolhas”, alerta.

Sem citar nomes, a ombsdman conta que já existem no Brasil e no exterior vários sites, páginas e jornais que publicam apenas notícias positivas.

“O mundo mudou, o leitor mudou, e o jornal tem de mudar”, afirma, ponderando que isso não vai alterar a linha editorial da Folha.

E finaliza reforçando que a notícia boa faz em para as pessoas.

“[A Folha] Precisa ter a ambição de alcançar uma nova maneira de apresentar notícias inspiradoras que também sejam relevantes. Notícia é notícia, seja boa ou não. Independe de dias melhores”.

Análise SNB

A página Dias Melhores é simples, para os padrões e o poder financeiro do jornal.

  • Não tem um tratamento gráfico diferenciado, nem atrativo.
  • Trata todas as notícias boas da mesma forma: uma embaixo da outra, em ordem cronológica, sem destaques principais, ou divisão por editorias, mas já é um bom começo.
  • É ótimo ver a notícia boa ganhando espaço em emissoras de TV, de rádio, revistas e agora em um jornal de grande circulação brasileiro.
  • A informação é fundamental para o crescimento de um povo. E o que você aprende lendo só notícias de corrupção, escândalos, desemprego, crimes, violência, desastres, terrorismo?
  • Também é preciso mostrar o que acontece de bom e acabar com o preconceito antigo e rancoroso de que “notícia ruim é que vende”.
  • A notícia boa melhora o dia das pessoas, inspira, leva esperança, mostra que existe muita gente boa nesse mundo, que trabalha, estuda, vence, inventa, investe, é solidária e altruísta.
  • E o principal: inspira outras pessoas a serem melhores também.
  • Uma realidade que merece boa discussão nos meios acadêmicos e jornalísticos.

***** ***** ***** ***** ****

Rinaldo de Oliveira. Jornalista e diretor-fundador do SóNotíciaBoa. Artigo publicado originalmente no site.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Leitor-Articulista

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017