JORNALISMO

Futuro prefeito da capital paulista vai obrigar equipe a ver o ‘Bom Dia SP’

Doria foi questionado ao vivo por Rodrigo Bocardi (Imagem: Reprodução/G1/TV Globo)

O tucano João Doria Júnior foi eleito prefeito de São Paulo em primeiro turno, obtendo mais de 53% dos votos válidos no pleito disputado no domingo, 2. Desde que o resultado foi oficializado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ele tem aparecido nos mais diversos veículos de comunicação. Ainda ontem, conversou por telefone com Amanda Klein, da Rede TV, e foi entrevistado por Antônio Pétrin para o ‘Canal Livre’, da Band. Na manhã desta segunda, foi a vez de receber a equipe do ‘Bom Dia SP’ (Globo) em frente à casa em que mora, na região dos Jardins, zona nobre da cidade.

Entre as perguntas feitas pelo apresentador Rodrigo Bocardi, Doria revelou que obrigará toda a sua equipe de governo a acompanhar diariamente o noticiário da TV Globo. A ideia, segundo o futuro mandatário da capital paulista que sugeriu ser telespectador assíduo do programa, é fazer com que o time que formará o primeiro escalão veja as reportagens para entender o que pode ser melhorado na cidade. “Quero assumir um compromisso: todos os nossos colaboradores, secretários e aqueles que vão ter funções diretivas na prefeitura de São Paulo serão obrigados a assistir ao ‘Bom Dia SP’ todo dia”.

Doria elogiou a produção da emissora e garantiu que o conteúdo exibido pela atração jornalística reflete o “sentimento da cidade”, mostrando “as dificuldades da população, os pequenos, médios e grandes problemas”. O vencedor da eleição majoritária da maior cidade do país enfatizou, ainda, que a sua futura equipe de governo não poderá agir apenas como mera espectadora do noticiário matinal, tendo de colocar em ação práticas para resolver de imediato os pontos negativos que forem noticiados. O tucano avaliou que, assim, atenderá os anseios de seu próprio eleitorado – já que boa parte das pautas é baseada em denúncias do público.

Com a declaração do prefeito eleito, Bocardi disse que a principal proposta do telejornal que comanda é servir de elo entre as reclamações do povo com as autoridades responsáveis por gerir o município. “Realmente é isso. É o nosso propósito aqui: dar espaço para a população trazer todos os problemas. E se todo mundo tiver ligado e acordado vai ser um caminho para facilitar o entendimento entre a população e quem está dirigindo a cidade. Esperamos que isso aconteça mesmo”, afirmou o âncora do ‘Bom Dia SP’ antes de agradecer o integrante do PSDB pela atenção e audiência.

Editora financiada por Alckmin?
Apesar de agradecer João Doria pela obrigatoriedade de fazer todo o secretariado a acompanhar diariamente o ‘Bom Dia Brasil’, Rodrigo Bocardi fez questão de formular perguntas intensas ao prefeito eleito e reforçar que a entrevista – realizada ao vivo – será registrada para que cobranças possam ser feitas futuramente. Entre os assuntos abordados, o fato de a editora controlada pela família de Doria, que se define como empresário e jornalista, receber verba publicitária por parte do governo estadual, controlado por Geraldo Alckmin – também tucano e declaradamente seu padrinho político.

“Como tocar a vida daqui para frente, agora como prefeito, levando em consideração toda aquela história de que tem anúncios do governo do estado nas suas empresas e nas suas revistas?”, perguntou Bocardi. “Isso é alvo de muita discussão”, complementou o âncora da TV Globo. Doria aproveitou para falar que está afastado do comando do grupo de mídia que leva o seu nome desde maio e sinalizou que, com a vitória no pleito, seguirá longo dos negócios a serem tocados por um de seus filhos e outros executivos. Sobre a verba estatal, ele considerou normal, mas pontuou: “setor privado ocupa 87% de todo o nosso faturamento”. O valor absoluto repassado pelo governo Alckmin às publicações não foi mencionado pelo entrevistado.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Jornalista, 27 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduando em "Jornalismo Digital" pela ESPM. Há oito anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário', 'Leitor-Articulista' e 'C-SE Acadêmico'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor-pleno responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017