ESPECIAIS JORNALISMO

Gazeta do Povo reforça alcance nacional e integração com redes sociais

gazeta do povo alcance nacional redes sociais
Investimentos na Gazeta do Povo superam R$ 20 milhões (Imagem: Divulgação)

A tecnologia é um dos pilares mais importantes da recém-mudança da Gazeta do Povo, que anunciou na última semana o fim de sua versão impressa diária e um investimento de R$ 23 milhões em jornalismo digital. Com conceito mobile first, a marca reforça seu alcance nacional e integração diferenciada com as redes sociais. Em entrevista à reportagem do Portal Comunique-se, o presidente-executivo do GRPCom, Guilherme Döring Cunha Pereira, falou sobre o momento e as principais novidades.

Redação conectada

A redação é parte importante deste processo. De acordo com o executivo, todos os jornalistas têm, agora, a possibilidade de trabalhar diretamente do aparelho de celular. Lá na Gazeta do Povo, a regra de mobile first começa aí.

“O conteúdo deve ser inteiramente pensado para a tela do celular. O conceito de responsivo se altera para nós: agora, somos responsivos, mas é a tela do smartphone que se adapta ao desktop e não o contrário. Nós investimentos no publicador e agora o jornalista não precisa mais estar na redação para divulgar seu conteúdo”, comenta o presidente.

Para atender às novas demandas da Gazeta, a empresa desenvolveu seu publicador com a Eidos. O aplicativo permite ao jornalista produzir não só textos, mas também fotos, vídeos e lives.

Integração com as redes sociais e conteúdo nacional

Para quem está do outro lado da tela, ou seja, o leitor, as novidades também são expressivas. O presidente do GRPCOM conta que a integração com as redes sociais, mais precisamente com o Facebook, vai permitir que a audiência saiba quais conteúdos seus amigos estão consumindo dentro do aplicativo. Curtidas, comentários e as mais conhecidas formas de engajamento estarão presentes e será possível acompanhar a movimentação dos colegas com a produção jornalística da Gazeta do Povo.

Outra novidade tem relação com a tecnologia de geolocalização. Durante a apresentação da nova fase da empresa, o diretor de redação do título, Leonardo Mendes Júnior, explicou que a home do site vai se adaptar ao local onde está o leitor.

“Se ele estiver em Curitiba, vamos personalizar a primeira página de modo que ele acompanhe o noticiário mais importante para a região. Se o leitor estiver em Brasília, por exemplo, a home dele terá conteúdos com foco na cobertura nacional”, explicou o jornalista.

O grande investimento da Gazeta do Povo resultou em diversas mudanças, que foram anunciadas pelo Portal Comunique-se na última semana. Além da base tecnológica, a empresa mostrou como vai avaliar o impacto social de suas reportagens, falou sobre os novos contratados – entre eles Ricardo Amorim e Rodrigo Constantino -, como vão funcionar os times e suas novas editorias, e o projeto impresso a ser veiculado semanalmente. Veja, abaixo, a cobertura completa:

Gazeta do Povo encerra versão impressa diária e investe mais de R$ 20 milhões em jornalismo digital

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Nathália Carvalho

Nathália Carvalho

Jornalista com oito anos de experiência em reportagem. Especializada na cobertura do mercado de comunicação, bastidores do jornalismo, marketing, publicidade e propaganda. Graduada pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação e pós-graduada em Cinema, Vídeo e Fotografia: Criação em Multimeios na Universidade Anhembi Morumbi.

COMENTAR

COMENTAR