Tese

Identidades de jornalistas latino-americanos em redes sociais

jornalistas - latino-americanos - redes sociais

Esta tese busca compreender como se atualizam identidades de jornalistas latino-americanos, em diálogo por redes sociais. Isso será realizado por meio de um estudo de caso: jornalistas latino-americanos que participaram de uma rede presencial, o Programa Balboa para Jóvenes Periodistas Iberoamericanos. O objetivo é compreender como redes presenciais contribuem para o diálogo cultural e a atualização de identidades individualizadas. As redes parecem fomentar trocas de experiências, estimulando identidades ampliadas e glocalizadas. Os referenciais teóricos constam sobre identidade e os processos tradicionais e contemporâneos de formação desta; mitos e textos culturais mitológicos, que portam signos identitários em comum entre as culturas latino-americanas e conceitos sociológicos sobre redes sociais, modelos básicos e especificidades das redes presenciais. A metodologia utilizada é pesquisa bibliográfica; pesquisa comparativa entre redes sociais presenciais; pesquisa de campo exploratória, realizada no Brasil, no Peru, na Guatemala e no México; pesquisa qualitativa, realizada através de entrevista com jornalistas do Programa Balboa; e finalmente, estudo de caso da rede Programa Balboa para Jovens Jornalistas Ibero-Americanos.

 

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017