MARKETING & PROPAGANDA

Jornalismo com fatos é destaque em nova campanha do Estadão

estadão - campanha - fatos - destaque
(Imagem: Divulgação)

Em campanha apresentada nesta semana, o Estadão destacou sua atuação em 11 de abril de 2017, quando foi o primeiro veículo a revelar lista com todos os alvos de inquéritos autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, com base nas delações premiadas da Operação Lava Jato.

“Sempre ancorado nos principais acontecimentos no Brasil, o Estadão lança campanha que mostra o papel do veículo em ajudar a escrever a história do País e exemplifica como uma de suas atuações recentes serviu de base para os principais jornais no mundo”, diz o jornal ao apresentar o vídeo da campanha.

Segundo o divulgado, o Estadão apurou, juntou as peças e tornou pública a lista detalhada contendo os 98 nomes dos investigados, dando origem à “Lista de Fachin” como foi denominada pelo veículo, exposta na home do site e, no dia seguinte, estampada na capa do jornal impresso.

Agora, os nomes dos investigados estão em destaque na campanha publicitária do veículo, criada pela agência de Washington Olivetto, WMcCann. No filme para TV, o locutor conta que o Estadão ajudou, mais uma vez, a escrever a história do país, “sem favorecer partidos ou pessoas, mas sim privilegiando a informação e levando-a a quem merece e precisa saber”. Enquanto isso, os nomes da lista surgem na tela como em letreiro que sobe com os créditos de um filme. A assinatura da ação conclui “Quer saber? Jornalismo. Estadão”.

De acordo com os criadores da campanha, o filme intitulado “Furo” possui 30 segundos. A peça está sendo exibida em TV aberta e fechada, salas de cinema, mídia impressa e digital.