JORNALISMO

Jornalistas do BuzzFeed News têm dados pessoais violados por agente dos EUA

buzzfeed news jornalistas violados
(Imagem: Reprodução)

Os repórteres do BuzzFeed News, Daniel Wagner e Patrícia Monteiro, tiveram seus dados pessoais violados pelo agente de inteligência dos Estados Unidos Scott Nickerson. O caso aconteceu durante apuração de reportagem que dava conta dos abusos e do assédio de Nickerson contra Larissa Carvalho, brasileira que se envolveu com o agente enquanto ele estava baseado em São Paulo.

No extenso texto que conta a história de Larissa, os jornalistas explicam que a brasileira teve um relacionamento com Nickerson, que passou a persegui-la depois do término. O assédio seguiu mesmo depois que o agente retornou para os Estados Unidos. A jovem contou ao BuzzFeed News que Nickerson “perdeu a cabeça” e passou a segui-la durante meses.

Então, depois de ter desistido de procurar ajuda com a polícia brasileira, Larissa resolveu contar o caso para a imprensa. Foi neste momento que o agente dos EUA descobriu a estratégia e passou a enviar mensagens para a jovem com detalhes da vida pessoal de Daniel Wagner e da fotógrafa Patrícia. Antes disso, Nickerson havia usado a mesma tática com o jornalista americano Brad Brooks, que trabalha em São Paulo para a agência de notícias Reuters.

Brooks também estava apurando o caso quando, misteriosamente, Nickerson descobriu e enviou a seguinte mensagem para Larissa: “talvez seu jornalista se importe [com o assédio], mas quem liga para ele?”. O agente levantou dados sobre a agenda de viagens do profissional da Reuters e até os nomes de três mulheres da família de Brooks que vivem no Brasil.

Acabou que o veículo desistiu de publicar a história e explicou ao BuzzFeed News a decisão. “Um dos nossos repórteres em São Paulo recebeu uma dica para uma reportagem e a investigou. Com outras prioridades naquele momento, ele desistiu da história”, disse um porta-voz da agência, Abbe Serphos, ao BuzzFeed News.

O que diz o BuzzFeed News Brasil

A reportagem do Portal Comunique-se conversou com o BuzzFeed News – que mesmo tendo os dados de seus jornalistas violados, resolveu publicar a denúncia de Larissa – e questionou como o veículo está cuidando da segurança dos profissionais. O site informou que está tomando “todas as medidas possíveis para garantir a segurança dos jornalistas”, mas não deu detalhes sobre como Nickerson intimidou os comunicadores e se limitou a informar que o foco deve ser “a própria denúncia da Larissa, que enfrentou assédio por mais de um ano e acreditava que Nickerson era uma ameaça para ela e para sua família”.

Além de Daniel Wagner e Patrícia Monteiro, o jornalista Alexandre Aragão também assina a reportagem de denúncia sobre o caso de Larissa.

Entenda o caso de Larissa Carvalho e a perseguição feita pelo agente de inteligência

agente do medo buzzfeed news
(Imagem: Arte BuzzFeed News)

Larissa Carvalho conheceu o agente Scott Nickerson em 2014. Ela, recém-formada na faculdade. Ele, casado e baseado no Brasil para investigar casos relacionados ao tráfico de drogas internacional. Em pouco tempo, os dois começaram a se relacionar.

No ano seguinte, Nickerson informou à Larissa que sua esposa havia descoberto o caso dos dois, porém o relacionamento continuou. Passado um tempo, Larissa achou melhor terminar e disse ao agente que iria se casar com um alemão que havia conhecido. Foi neste momento que o homem passou a perseguir Larissa, dando detalhes sobre suas atividades e até mesmo com quem ela havia saído em determinada ocasião. “Um dia, Larissa entrou no site de seu casamento por sugestão de uma amiga que estava preocupada. Ela ficou chocada ao ver fotos explícitas dela e de Nickerson”, relata a reportagem do BuzzFeed News.

A denúncia completa ainda dá detalhes das mensagens enviadas por Nickerson, além do jogo psicológico que ele fez com Larissa ao longo de meses. Para ler a reportagem do BuzzFeed News, basta acessar este link.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino