JORNALISMO

Jornalistas da Globo se envolvem em confusão com policiais durante o Carnaval

Segundo a TV Globo, Felipe Santana e Bruno Della Latta foram agredidos por policiais (Imagem: Twitter e Facebook)

Dois jornalistas da Globo se envolveram em confusão durante as festividades do Carnaval de Salvador. O caso contou com Bruno Della Latta, produtor do ‘Fantástico’, Felipe Santana, correspondente da emissora em Nova York que está de férias no Brasil, e policiais militares da Bahia. A briga, ocorrida no último domingo, 26 de fevereiro, foi noticiada em primeira mão pelo Notícias da TV, site editado por Daniel Castro e fez a direção do canal e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) local se pronunciarem. A história envolve troca de acusações de desacato à autoridade e agressão física.

Em nota oficial, a SSP baiana informa que acompanha a investigação do caso, que está sob cuidados da Polícia Civil do estado. De acordo com a secretaria comandada por Maurício Teles Barbosa, que é delegado da Polícia Federal, Santana foi ouvido pelas autoridades responsáveis pelo caso minutos após a confusão ocorrida no circuito Osmar, na região central de Salvador. Della Latta, por sua vez, chegou a ser hospitalizado por causa de ferimento no supercílio, sendo liberado horas depois de ficar em observação. A pasta do governo da Bahia não explica a causa, mas a TV Globo garante que o seu produtor foi agredido, assim como o correspondente.

“Felipe sofreu escoriações leves e foi conduzido para a delegacia para prestar esclarecimentos e fazer corpo de delito. Já Bruno, que recebeu chutes e golpes com cassetete, foi levado ao hospital para fazer diversos exames e ser medicado, mas já recebeu alta hoje pela manhã e prestará depoimento em breve. Ambos passam bem”, posicionou-se a emissora de televisão, por meio de sua equipe de comunicação, ao responder contato da reportagem do Portal Comunique-se. Na nota, o veículo ressalta que está dando apoio aos seus dois funcionários e que aguarda “rigorosa apuração” do caso.

Apesar do posicionamento divulgado à imprensa, a assessoria da emissora não respondeu questionamentos feitos pela reportagem, como a decisão a ser tomada caso seja comprovado que a dupla de jornalistas da Globo desacatou policiais e a data prevista do retorno das atividades de Felipe Santana como correspondente nos Estados Unidos. O canal também não informou o que fará se for constatado que policiais militares agrediram o produtor e o correspondente internacional.

Por parte dos policiais envolvidos na confusão, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia apenas relatou que eles alegam que foram desacatos pelos jornalistas da Globo e prestaram depoimentos posteriormente. Até o momento, o órgão não respondeu o contato feito pela reportagem do Portal Comunique-se. Em e-mail enviado na tarde de segunda-feira, 27, questiona-se a razão de os nomes – e o número – de policiais militares presentes na ação serem preservados até o momento e o teor do conteúdo do depoimento prestado pelo correspondente Felipe Santana.

Jornalistas da Globo X PMs da Bahia
Confira a íntegra da nota da TV Globo:

Felipe Santana e Bruno Della Latta, que estavam de férias em Salvador, se envolveram num incidente com a polícia militar durante um bloco de carnaval, ontem.

Felipe sofreu escoriações leves e foi conduzido para a delegacia para prestar esclarecimentos e fazer corpo de delito. Já Bruno, que recebeu chutes e golpes com cassetete, foi levado ao hospital para fazer diversos exames e ser medicado, mas já recebeu alta hoje pela manhã e prestará depoimento em breve. Ambos passam bem.

Estamos dando o suporte necessário aos jornalistas e aguardamos uma rigorosa apuração do caso.

Jornalistas da Globo X PMs da Bahia
Confira a íntegra da nota da SSP da Bahia:

SSP apura ação que envolveu guarnição da PM e jornalistas Apoio: O caso será investigado pela Polícia Civil, com o acompanhamento do Comando Geral da PM

A Secretaria da Segurança Pública determinou a apuração rigorosa de uma situação envolvendo uma patrulha da Polícia Militar e dois jornalistas. O caso aconteceu no circuito Osmar (Centro), na noite deste domingo (26). Informações preliminares dão conta de que jornalistas e policiais se desentenderam. O caso foi para a Central de Flagrantes do Passeio Público.

Os policiais alegam desacato e, a dupla, truculência policial. Um dos jornalistas, Bruno Aversa Della Latta, teve um ferimento no supercílio e foi encaminhado ao posto médico para atendimento e, em seguida, para o Hospital Aliança, onde permanece em observação. O outro jornalista, Felipe Tomaz Sant’ana, foi ouvido na Central de Flagrantes.

Os militares envolvidos também prestaram depoimentos. Todos os envolvidos serão encaminhados para fazer exame de corpo de delito, já que dois PMs também apresentaram ferimentos na boca e no braço.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Jornalista, 27 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduando em "Jornalismo Digital" pela ESPM. Há oito anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário', 'Leitor-Articulista' e 'C-SE Acadêmico'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor-pleno responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017