MAIS COMUNICAÇÃO

Lava Jato condena marqueteiros João Santana e Monica Moura por lavagem de dinheiro

joao-santana-monica-moura-lavajato
(Imagem: Arquivo/Agência Brasil)

Os marqueteiros João Santana e Monica Moura foram absolvidos do crime de corrupção, mas não do de lavagem de dinheiro. Cada um foi condenado a sete anos e seis meses de reclusão no processo da Lava Jato. A pena será substituída pelo acordo de delação. As informações foram veiculadas em reportagem do G1.

De acordo com o portal de notícias da Globo, a condenação inicial dos marqueteiros era de quatro anos e seis meses cada um, mas a quantidade de delitos (19 no total) fez com que o juiz Sérgio Moro elevasse a pena final. Como João Santana e Monica fizeram acordo de delação premiada, a pena cumprida será de um ano e seis meses em reclusão no regime fechado domiciliar integral com o uso de tornozeleira eletrônica.

Depois do período, os marqueteiros vão cumprir um ano e seis meses no semiaberto, com recolhimento domiciliar noturno, finais de semana e feriados, além do uso de tornozeleira eletrônica e prestação de serviços à comunidade por 22 horas mensais. Em seguida, um ano no regime aberto diferenciado com recolhimento domiciliar nos finais de semana e feriados, além de prestação de serviços à comunidade por 22 horas mensais. A cada seis meses, os dois deverão prestar contas de suas atividades à justiça.

O G1 afirma que, para o advogado de Monica Moura e João Santana, Juliano Campelo, o juiz Sérgio Moro acertou ao absolver o casal pelo crime de corrupção.

Leia mais:

João Santana e Monica Moura afirmam que receberam caixa 2 em campanha de Dilma

João Santana é condenado a 8 anos de prisão

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino