JORNALISMO

Livro de jornalista aborda a questões da eutanásia e da velhice solitária

livro - eutanásia - vitor hugo brandalise
(Imagem: Divulgação/Editora Record)

“O livro conta a história real de um casal de idosos que não suportou enfrentar problemas relacionados à velhice e tomou uma decisão drástica. Aconteceu aqui em São Paulo, em 2014. Em resumo, o homem não aguentou ver a esposa presa a uma cama num asilo e decidiu dar fim ao sofrimento de ambos — mas com uma bomba. A partir da história deste casal, discuto questões relacionadas à velhice solitária, à vida em um asilo, ao suicídio na terceira idade e à eutanásia”.

É com essa mensagem enviada à reportagem do Portal Comunique-se, que o jornalista Vitor Hugo Brandalise apresenta seu mais novo trabalho no mercado editorial. Trata-se de O Último Abraço, obra que será lançada oficialmente na noite desta terça-feira, 7, na Livraria da Vila de Pinheiros (Rua Fradique Coutinho, 915, São Paulo). No livro, o autor parte do caso que ele mesmo cobriu pelo jornal O Estado de S. Paulo em setembro de 2014. Na ocasião, Nelson Irineu Golla, de 74 anos,  decidiu interromper os seus problemas e o da mulher. A solução encontrada? A morte.

eutanásia - livro - vitor hugo brandalise
(Imagem: Divulgação)

Em seu blog, a Editora Record, responsável pela produção do livro, detalha a concepção da obra:

Nelson Irineu Golla, de 74 anos, e sua mulher, Neusa, de 72, tinham muitos sonhos quando se casaram, ainda jovens, na zona leste de São Paulo. Entre eles o de terminar a construção da casa própria, criar os três filhos e, só então, na tranquilidade da aposentadoria dele, passar a viajar mais e a curtir mais a vida. A velhice tranquila, no entanto, foi interrompida por um problema de saúde de Neusa, que, após dois AVCs, passou a viver numa clínica para idosos. Nelson, também debilitado por um problema no braço, viveu dias de dor e revolta, sem saber como atender aos apelos da mulher, que definhava dia a dia, perdendo a fala, os movimentos e a vontade de viver. Ele a visitava diariamente e, numa dessas visitas, sem que ninguém na clínica desconfiasse, Nelson deitou-se sobre Neusa, com uma bomba de fabricação caseira atada ao peito.

A história desse casal é contada em “O último abraço”, uma grande reportagem do jornalista Vitor Hugo Brandalise, que tem como pano de fundo o cotidiano de pessoas de classe média baixa numa região de São Paulo em transformação, de bairro operário a bairro de classe média. Margeando a história dos dois, ele mostra os costumes e hábitos sociais, além dos traços da economia brasileira de então.

A obra também trata de uma questão pouco discutida no Brasil: a eutanásia. Quais as consequências jurídicas do ato de Nelson Golla? Como as famílias lidam com os seus idosos, num país que tem uma maior expectativa de vida, mas não necessariamente um bom sistema de saúde? Na entrevista abaixo, o autor conta mais detalhes de como foi sua apuração e a sua relação com os personagens dessa história.

 

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino