MAIS COMUNICAÇÃO

Fora da TV, Luciano Faccioli estreia programa em web rádio

luciano faccioli - fjr - web rádio
Luciano Faccioli integra o time de comunicadores da Rádio FJR (Imagem: Divulgação)

O jornalista Luciano Faccioli tem novo projeto na imprensa. Desde segunda-feira, 3, o comunicador  está à frente do programa que leva o seu nome e sobrenome no título. A atração não é transmitida no dial e nem na televisão, meios em que ele consolidou carreira no jornalismo. O conteúdo vai ao ar pela Rádio FJR, que, apesar do nome, é um veículo genuíno da internet. Ou seja, o apresentador é o mais novo profissional do universo de web rádio.

Pensado para funcionar no estilo revista, o ‘Programa Luciano Faccioli’ é transmitido de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h. A produção se propõe a mesclar jornalismo com prestação de serviços, atrações de entretenimento e conteúdo musical. O formato foge do padrão dos últimos trabalhos do jornalista, que integrou a equipe esportiva da Rede TV e, anteriormente, apresentou o ‘Brasil Urgente’ na Band.

Com mais de três décadas dedicadas à comunicação social, o novo contratado Rádio FJR revela: trabalhar com web rádio é um grande desafio. “É um mundo novo pra mim. É uma novidade esse mundo da internet”, conta, conforme divulgado pela equipe de comunicação da emissora. “Estou sentindo-me novamente revigorado. Sentindo-me novamente animado, começar mais um trabalho. Estou me sentindo como se estivesse em 1986, quando comecei”, complementa o apresentador.

Luciano Faccioli vai conciliar o trabalho na web rádio com a sua própria empresa. O comunicador é sócio-diretor da Sensacional Produções, que desenvolve projetos voltados a eventos – profissionais, empresariais e esportivos – e participa de ações comerciais, culturais, sociais e filantrópicas. Além disso, o apresentador faz jobs como palestrante em universidades, instituições e empresas pelo Brasil.

Carreira de Luciano Faccioli antes da web rádio

Natural de Santos, maior cidade do litoral de São Paulo, Luciano Faccioli teve seu primeiro contato com a comunicação social em 1984, quando começou na Rádio Clube da cidade, emissora então administrada por Edson Arantes do Nascimento, o rei Pelé. O hoje famoso jornalista tinha 18 anos na época. Na emissora praiana, apresentou o programa infantil ‘Viva a Criança’. Nos anos seguintes, passou por outros veículos radiofônicos da Baixada Santista, até ser contratado como repórter esportivo pela Tupi AM da capital paulista, em 1990.

Da Tupi (hoje denominada Top AM), Luciano Faccioli consolidou carreira na cidade de São Paulo. No mesmo ano, foi contratado pela Jovem Pan, emissora em que permaneceu por 11 anos no departamento de esportes. No mesmo período, atuou em emissoras de TV de Santos e região. Depois da Jovem Pan, foi contratado pela Record TV, passando pelo núcleos esportivo e, posteriormente, jornalístico. Foi funcionário da emissora de Edir Macedo de 2003 a 2010.

E ele não saiu da Record TV por acaso. Em outubro de 2010, ele foi contratado pela Band. Na emissora, em que ficou até junho de 2014, apresentou os programas ‘Primeiro Jornal’ e ‘Brasil Urgente’. Um mês depois de deixar a TV Bandeirantes, retornou à imprensa, mas fora de São Paulo. Por meses, ele comandou atração na TV Jornal, afiliada do SBT no Recife. Por fim, trabalhou na Rede TV de agosto de 2015 a maio de 2016. No canal, foi âncora eventual do ‘Rede TV News’, apresentador principal da ‘Super Faixa do Esporte’ e líder do ‘Olha a Hora’, noticiário vespertino que ficou três meses no ar.

Leia mais:

Paulo Barboza estreia programa em web rádio

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Jornalista, 27 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduando em "Jornalismo Digital" pela ESPM. Há oito anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário', 'Leitor-Articulista' e 'C-SE Acadêmico'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor-pleno responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR