Artigo Científico

Mobilizações urbanas e ciberativismo: uma análise sobre as manifestações…

DSC_1158 3

Mobilizações urbanas e ciberativismo: uma análise sobre as manifestações contra o Projeto de Lei nº 5.069/2013 na cidade de São Paulo

O presente artigo tem como objetivo analisar a relevância das manifestações feministas, ocorridas na cidade de São Paulo em 2015, que exigiam, principalmente, a queda do Projeto de Lei nº 5.069/2013, o afastamento do então deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e a ampliação dos direitos abortivos. O estudo aponta que os atos foram organizados inicialmente por meio das redes sociais, materializando-se posteriormente nas ruas e conquistando expressividade. Partindo deste princípio, este artigo visa associar o processo de comunicação digital com as mobilizações urbanas, exaltando a profunda relação entre o ambiente virtual e os espaços públicos. A análise também destaca o rumo conservador da política brasileira e interpreta tais manifestações como uma importante referência na luta pela legalização do aborto no país. Resumidamente, este artigo reflete sobre a integração dos âmbitos individuais e coletivos, aborda a importância da elaboração de políticas públicas feministas, acredita no fortalecimento da dinâmica das mobilizações urbanas e exalta a urgência da participação da mulher nas decisões da política brasileira.

Palavras-chave: Mulher; Feminismo; Comunicação; Ciberativismo; Política; Manifestações; Aborto; Brasil.

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017