JORNALISMO TEC & REDES

Montagem publicada por Trump contra CNN causa polêmica

trump - cnn - palanque - twitter
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump -EPA/Agência Lusa/Cristobal Herrera

A publicação de um vídeo-montagem pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em seu perfil no Twitter causou polêmica no país no fim de semana. Ele aparece derrubando e espancando uma pessoa com o logotipo da CNN no rosto. Trump usou o vídeo para atacar a rede norte-americana, reconhecidamente democrata e uma das maiores críticas do governo.

Em resposta, publicada no fim da tarde de domingo, 2, a CNN endureceu o tom contra Trump. Também no Twitter, a empresa disse que o presidente está se “comportando de forma juvenil, o que não combina com a dignidade que o cargo exige”.  A CNN acrescentou que vai continuar a fazer o seu trabalho, e que Trump deveria começar a fazer o dele.

Originalmente, a montagem publicada por Trump era de 2007, de uma luta simulada entre ele e o presidente de uma empresa para um programa chamado A Batalha dos Bilionários.

Desde o começo do mandato,  Trump tem chamado a imprensa que publica denúncias contra ele de inimiga do povo e sempre adota uma postura de desqualificar os meios de comunicação que o criticam. Em outra postagem no Twitter, logo depois do vídeo-montagem, Trump diz a seus seguidores que a mídia falsa está tentando silenciá-lo, mas que as pessoas sabem a verdade e que é presidente e eles não.

A maneira como Donald Trump usa o Twitter desagrada boa parte dos americanos. Uma pesquisa publicada em março pela Fox News, uma companhia reconhecidamente republicana, mostra que 71% da população acreditam que os posts do presidente dos Estados Unidos no Twitter atrapalham seu desempenho como presidente.

Para alguns analistas, ao criticar a imprensa, o republicano tenta desviar o foco dos problemas que enfrenta, como as denúncias da interferência russa em seu governo.  A popularidade dele é baixa:  39%.

Várias regiões têm registrado protestos, especialmente Nova York e a Califórnia. Ontem, manifestantes californianos pediram o impeachment dele e criticaram as medidas anti-imigração adotadas em seu governo.

***** ***** ***** ***** *****

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino