Sergio Cortes, o tenista considerado o Guga chileno

Rio de Janeiro 11/01/2017 – Ele é comparado ao maior tenista brasileiro, o Gustavo Kuerten, popularmente conhecido como Guga, e até hoje está na memória do povo do Chile por ter se tornado um dos gigantes no esporte

Nascia, em 11 de janeiro de 1968, na cidade de Antofagasta, no Chile, um dos maiores mitos do tênis chileno. Ele começou a vida esportiva muito cedo, aos 10 anos de idade, e logo iniciou a coleção de títulos – foi campeão do Campeonato da América do Sul com 14, 16 e 18 anos. Seu nome? Sergio Cortes – também conhecido por “El Checho”. 

Foi em 1987 que Sergio Cortes tornou-se um profissional do tênis. Um ano depois, já estava na final do campeonato Challenger de São Paulo – ele classificou-se entre os 250 melhores do mundo. Foi sem perder um set que o tenista foi campeão do Challenger de São Paulo, no ano de 1989. Além disso, na mesma temporada, ganhou outros três torneios, incluindo em Vinã del Mar – uma comuna da província de Valparaíso, localizada na região de Valparaíso, no Chile.

Em 1993 o ídolo chileno – que é comparado ao maior tenista brasileiro, o Gustavo Kuerten, popularmente conhecido como Guga – ficou na memória dos amantes do tênis por vencer os sets por 6×4, 6×4 e 6×3, quando disputou contra o alemão Boris Becker, o US Open, torneio que acontece todos os anos em Nova York. Durante entrevista à imprensa concedida por Becker depois da partida histórica, o alemão elogiou o ótimo desempenho de Sergio Cortes, e disse que nunca tinha visto um jogador que rebatesse uma bola em velocidade tão alta. Após a vitória épica, contudo, o “Guga” chileno queria assinar o seu nome também no Campeonato Mundial mais reconhecido no tênis – a Copa Davis. E conseguiu. 

Para Sergio Cortes, no entanto, a sua carreira não foi das mais fáceis, apesar das grandes vitórias. O tenista destaca fazer parte de uma geração que passou por momentos difíceis no esporte. “Tive muitos sacrifícios pessoais para poder ser um profissional no tênis e fui um de poucos que foi bem-sucedido na carreira. Era muito difícil avançar e melhorar seu desempenho sem um técnico e patrocinadores”, conta ele. Situação que é ratificada pelos muitos profissionais da atualidade, principalmente da América Latina. Eles salientam a dificuldade enfrentada por atletas e a difícil busca por patrocinadores.

Foi com a incessante luta de Sergio Cortes para ser grande no esporte, mesmo com as adversidades, que o tênis, porém, tornou-se popular no Chile. Os jogos do atleta começaram a ser transmitidos pela televisão para que a população do país pudesse acompanhar e torcer pelo ídolo. O público espectador do esporte teve aumento considerável com as tantas vitórias do esportista chileno.

Curiosidade sobre o Tênis 

O desporto, de origem inglesa, teve seu primeiro torneio realizado em 1877, na Inglaterra. Em 21 de Maio de 1881, a United States National Lawn Tennis Association foi fundada para padronizar as regras e organizar as competições. Os diferentes tipos de quadra é o que torna o Tênis distinto em modalidades. São eles: saibro, grama e piso rápido. A Copa Davis, Australian Open, Roland Garros, Wimbledon, US Open e o ATP Finals são os campeonatos e torneios de tênis mais famosos do mundo.