JORNALISMO

O caso Neymar: um furo com três pais

furo - neymar - PSG
(Imagem: Reprodução/Paris Saint-Germain)

O momento mais esperado e tenso para um jornalista é quando o furo (a informação dada com exclusividade e com antecedência) é confirmado.  A sensação que para uns pode ser considerada um orgasmo, é indescritível para outros colegas. O importante é a informação que muitas vezes chega com prêmios, troféus e parabéns aumenta a credibilidade do jornalista.

Checar, apurar, confiar em fonte(s) segura(s) são alguns requisitos para que aquele furo seja certeira. No prazo entre dar o furo e esperar a informação, o profissional tem que estar preparado para ser insultado, caçoado, olhado de forma diferente até por colegas da redação, piadinhas são as mais comuns.

O caso Neymar e a sua conturbada transferência de Barcelona para o PSG da França é a notícia do momento. Mais um de tantos furos dignos de investigação do Sindicato dos Jornalistas ou, quem sabe, até do ‘Programa do Ratinho’, que tem o famoso e engraçado quadro do DNA, seria uma espécie de “DNA do furo”.

Apresentamos exemplos e matérias divulgadas na imprensa na quinta-feira, 3, com os dois “pais” de uma “criança” bonita. Afinal, quem vai brigar pelo filho feio e pobre? Cada um com sua ética, profissionalismo que não se discute e seus respectivos argumentos. Que o debate seja amplo em faculdades, redações e roda de amigos.

Abaixo imagens da matéria do GloboEsporte.com com a manchete “Do ‘Sinal verde’ ao ‘Até nunca’: a novela Neymar contada pela imprensa mundial” (aqui na íntegra).

nermar-PSG-chuteirafc
Matéria do GloboEsporte.com destaca que a primeira informação surgiu no Site Chuteira F.C. Informação do jornalista Luís Augusto Mônaco, de 16 de Julho (Imagem: Reprodução/GloboEsporte.com)

 

furo Neymar betcher - ei
A mesma Matéria mostra que, dois dias depois, o jornalista Marcelo Bechler (que ficou até no trending topics mundial do Twitter) tinha cravado o acerto (Imagem: Reprodução/GloboEsporte.com)

 

furo Neymar minas
(Imagem: Reprodução/O Tempo)

Já a matéria do jornal O tempo, de Belo Horizonte, destacou o furo do repórter Marcelo Bechler, correspondente do Esporte Interativo na Catalunha, e trouxe declarações do jornalista mineiro:

“A informação me chegou na segunda-feira à noite e a TV já queria que eu desse uma prévia dela. Mas falei com meu diretor para esperar apurar um pouco mais. Tinhamos bons indícios e uma fonte muito forte, mas ainda fiquei com medo. Na terça-feira, pela manhã, consegui apurar com mais gente e, quando demos, já tínhamos quatro fontes. No fim da semana, já tínhamos nove fontes confirmando as mesmas coisas: que ele queria jogar no PSG, que o dinheiro era muito grande, que o PSG tinha oferecido projeto esportivo muito bom, para ele ser o melhor do mundo, com os brasileiros lá e tudo isso. A partir daí montamos nossa linha de argumentação”, listou o repórter.

Segundo Bechler, esse tipo de informação vazaria a qualquer momento. “Acredito que alguns meios aqui estavam com a notícia engatilhada, não com tantos detalhes, como a gente tinha na terça-feira, mas já tinha gente dizendo que ele iria para o PSG. Mas o Neymar tinha voltado de férias no sábado. E o Neymar fala muito, já tinha falado pra muita gente. A gente só conseguiu antecipar porque eu cheguei em pessoas que falaram antes. O Neymar falou com um cara do PSG, um cara do Barça, com funcionários, amigos no Brasil”, contou o jornalista, que é repórter do Esporte Interativo há dois anos.

monaco neymar
O experiente jornalista Luís Mônaco, que trabalhou por décadas no Estadão e hoje é Editor do Chuteira FC, confirmou em sua página no Facebook (na quarta-feira, 2) que a primeira informação da transferência foi dada por ele (Imagem: Reprodução/Facebook)

No ‘Jogo Aberto’ da TV Bandeirantes,  veiculado em 17 de julho, o narrador e comentarista Ulisses Costa também informou que a negociação envolvendo Neymar e PSG estava em andamento.

Na quarta-feira, 2, a apresentadora Renata Fan disse que Ulisses Costa foi o primeiro a divulgar a informação.

Que venha 13 de agosto (Dia dos Pais) e, junto com ele, a temporada milionária do futebol europeu.

neymar - PSG - furo de reportagem
(Imagem: Reprodução/Facebook)

Leia mais…

Editorial: os haters e a perseguição aos jornalistas

Jornalista que cravou saída do Neymar do Barcelona recebe ameaças

Possível saída de Neymar do Barcelona agita o jornalismo esportivo

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Anderson Cheni

Anderson Cheni

Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino