OPINIÃO

O que é realidade virtual e o que logo fará parte da nossa realidade

mark-zuckerberg- o que é realidade virtual - artigo
O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em evento de realidade virtual (Imagem: Reprodução)

O que é realidade virtual? Embora faça parte de um universo de possibilidades, a realidade virtual (VR) está começando a entrar no vocabulário da população. Ainda bastante restrita para cientistas e acadêmicos, a tecnologia, porém, já começou a dar indícios de que pode sair do campo das pesquisas para entrar no nosso cotidiano

Afinal, o que é realidade virtual?

A VR (sigla em inglês) nada mais é do que uma tecnologia de interface que permite que o usuário se sinta em um ambiente virtual, elaborado a partir de um sistema computacional. A imersão fica ainda mais completa com o uso de efeitos visuais, sonoros, táteis e até com a interação do usuário.

O termo realidade virtual foi usado pela primeira vez no livro “Le Théâtre et son double”, do autor francês Antonin Artaud, em 1938. Apesar de não se tratar de um autor de ficção científica, o francês sugeriu um teatro onde “a ilusão natural de personagens e objetos criavam uma realidade virtual”.

O ano de 2016 foi considerado como um dos melhores anos para a área, já que diversas novidades foram anunciadas.Um dos grandes destaques aconteceu logo no início do ano, em fevereiro. Na ocasião, Mark Zuckerberg, dono do Facebook, apareceu de surpresa no lançamento oficial do Galaxy S7, da Samsung. A chegada dele, no entanto, foi percebida apenas por parte do público porque, enquanto entrava no auditório, a plateia estava com óculos de VR.

Mais do que apenas jogos

Apesar da realidade virtual estar voltada principalmente para experiências com games, o recurso pode trazer benefícios também para outras áreas. Enquanto o PlayStation VR, da Sony, seja um dos projetos que prometem transportar o usuário para dentro de um jogo, outros mercados já se preparam para lançar produtos com a tecnologia.

Em abril do ano passado, por exemplo, o médico britânico Dr. Shafi Ahmed entrou para a história ao fazer a primeira cirurgia do mundo usando a realidade virtual. Durante cerca de três horas, a retirada de um câncer no intestino de um paciente no Royal Hospital of London foi transmitida ao vivo no site Medical Realities.

11-Ahmed-with-Zeiss-VR-One

A área de saúde, por sinal, poderá ser uma das mais beneficiadas, caso a tecnologia seja realmente explorada, especialmente para o uso em cirurgias que exigem alta qualificação técnica.

Já na arquitetura ou na indústria automobilística, uma imagem em 360° pode garantir a conclusão de um projeto em menos tempo e com gastos menores. Empresas como Infinity, Ford, Mitsubishi e Volvo já desenvolvem sistemas de teste drive em realidade virtual, permitindo a venda de carros a compradores distantes.

Pensando no lazer, imagina poder conhecer e andar nas ruas de um possível destino antes de escolher um local para viajar? Essa pode ser uma das grandes apostas para o setor de turismo para incentivar viagens para lugares diferentes.

O que ainda precisa

É preciso saber o que é realidade virtual. Embora com tantas pesquisas em andamento, uma das principais preocupações está relacionada à capacidade de oferecer uma boa experiência ao usuário. Neste sentido, uma das áreas que mais precisará de investimento é a internet, uma vez que a VR tem como principal requisito a necessidade de transmissão de banda (vídeo) em alta definição. Isso porque vídeos com baixa qualidade ou quadros por segundo (fps) podem causar náuseas nos usuários, o que prejudica a divulgação da tecnologia. O preço também um fator determinante para a difusão em massa da VR.

O Facebook apostou neste novo campo com a aquisição da Oculus VR por US$ 2 bilhões, em 2014. A estimativa, segundo órgãos como a Gartner, é que a realidade virtual fará parte dos consumidores até 2020, obviamente se os fabricantes venceram os desafios de internet, conteúdo, processamento e custo.

03_900 realidade virtual

Zuckerberg já declarou que o futuro da realidade virtual é não depender de nenhum equipamento extra, seja óculos ou notebook. Por enquanto, nos resta esperar para ver (e acompanhar as novidades aqui no One Day Testing).

**** ***** ***** ***** *****

Júlio Viegas. Fundador da OneDayTesting, do OKNOK e da Sofist. Empreendedor há 7 anos na área de software, formado em Ciência da Computação pela Unicamp. Sou responsável pela gestão da empresa e geração de negócios. Conteúdo publicado originalmente no blog do autor.

**** ***** ***** ***** *****

Quer tirar dúvidas sobre o assunto ou um projeto da sua empresa? Me mande um e-mail em julio.viegas@sofist.com.br ou ligue em (19) 3291-5321 para conversarmos. Será um prazer ajudá-lo! =)

SOBRE O AUTOR

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino