OPINIÃO

O que esperar do marketing digital para os próximos anos?

artigo marketing digital

O mundo ainda vive o impacto do crescimento do mundo virtual. Mas, dentro desse cenário tecnológico, o que esperar do Marketing Digital para os próximos anos? Será que dentro de alguns anos virá outra tendência para substituí-lo ou essa é a modalidade de marketing que irá se fortalecer e garantir espaço por um bom tempo?

Como a tecnologia muda rapidamente, e tudo se torna obsoleto de uma hora para outra, fica mais difícil prever, com certeza, o que vem por aí.

Para o profissional do setor, as incertezas ainda são muitas, até mesmo em função dessas mudanças rápidas e frequentes. Até se atualizar e se aperfeiçoar é, hoje, uma tarefa bem mais difícil, com o excesso de informação, cursos, conteúdos…

Mas, mesmo diante dessa nebulosidade sobre o futuro, é possível prever alguns passos do marketing digital daqui em alguns anos.

Veja a partir de agora o que acontece e comece a traçar na sua mente o que poderá estar no auge daqui a algum tempo, talvez muito menos tempo do que se possa imaginar.

O que já está em vigor

 Muitas ações ainda estão em fase de testes, mas outras começam a ter destaque no marketing digital. Dê atenção a estes conceitos:

Automação

Essa técnica já é uma realidade e consiste em enviar e-mails em massa, mas de um jeito totalmente diferente de um spam, por exemplo.

Primeiramente, porque no marketing digital todos os leads entram na sua lista de e-mails por livre e espontânea vontade, e esse é um dos seus princípios básicos. Além disso, ao contrário do que se pensa, automatizar pode personalizar o atendimento em vez de torná-lo massificado.

Tudo é feito de forma automática: desde a captação e classificação de leads até o envio de e-mails. E é justamente essa organização de dados que faz cada lead receber e-mails que vão ao encontro de seus interesses.

Big Data

Você pode não saber o que será do marketing digital futuramente, mas, hoje, ele ajuda a descobrir comportamentos dos clientes e alavancar vendas.

Esta é a era da grande quantidade de informações, onde ter posts em blogs e redes sociais, colocar produto em um carrinho de e-commerce e curtir em uma foto são atos triviais, mas que geram conteúdo em um banco de dados.

Como se tem informações a todo momento, principalmente em razão da popularização de smartphones, o volume de dados aumenta vertiginosamente, como nunca na história.

Essas informações demonstram comportamentos que, por sua vez, ajudam um empreendedor a entender melhor o seu público-alvo. Afinal, um texto, curtida ou deslocamento são pessoais e dão sinais de tendências.

A consequência de conhecer melhor os seus leads é muito positiva para quem tem um negócio. Para se ter uma ideia, e ver na prática o quanto essas informações tão simples são significativas, veja os números de sua fan page no Facebook Insights e cheque o Google Analytics.

artigo marketing digital2

Diferenciação

 Você vê alguns vídeos no YouTube e, logo em seguida, começam a aparecer sugestões de links do mesmo canal ou de assunto similar na página principal? Esse é um pequeno sinal do que o marketing digital faz e poderá fazer nos próximos anos.

Sozinho, em um processo totalmente automático, o site reconhece o seu comportamento e passa a indicar vídeos que você possa apreciar. E, na maior parte das vezes, ele acerta.

Isso gera uma otimização no atendimento e nas vendas, caso se trate de um e-commerce ou venda de produtos digitais. Antecipar o que o cliente possa gostar sem precisar procurar é fazer com que a automação trabalhe 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano a seu favor.

Nos próximos anos, isso só tende a aumentar e estar presente em todos os sites de e-commerce.

Machine learning

Isso nada mais é do que ensinar uma máquina a pensar e trazer resultados. O assunto em questão é exatamente o comportamento dos leads. O computador raciocina e tira conclusões preciosas a respeito das preferências de cada um deles, o que favorece o cenário para vendas e fidelização.

Chatbots

Quando você faz uma pesquisa no Google por voz, utiliza esse recurso. O Siri, do sistema IOS, também.

No futuro, essa experiência será ainda mais aprimorada e você poderá usar o chatbot para atrair clientes para a sua empresa. O Facebook Messenger já tem um recurso no qual você pode criar um chatbot personalizado agora mesmo, no presente.

Como você pode perceber, o futuro está aí, e bate à porta. E o profissional de marketing digital? Como ele pode ficar atento a todas essas mudanças? Isso é o que você vai saber agora.

O profissional do futuro

Tudo relacionado à internet, marketing digital e redes sociais está e tende a continuar cada vez mais em alta.

Mesmo micro e pequenas empresas precisam ter uma presença na rede, que já se universalizou e está presente na vida de todas as gerações, mesmo as que passaram a usar recursos digitais depois de adultas.

Os requisitos profissionais também são outros. O mais importante não é mais o quanto de tempo você passa em uma empresa; é o que você produz. Logo, pessoas com visão estratégica e boa administração do tempo tendem a ter mais sucesso profissional.

Atualmente, o marketing digital atua em paralelo com o tradicional. Isso pode continuar nos próximos anos, ou até mesmo o primeiro passar à frente e ganhar ainda mais destaque. O que se sabe é que é praticamente impossível o virtual perder espaço. O processo vivido hoje é irreversível. O marketing digital para os próximos anos já tem lugar garantido, pelo menos por um bom tempo.

Portanto, esteja atento às mudanças e use as ferramentas certas em seu empreendimento o quanto antes. Todos os negócios só têm a ganhar com um marketing digital alinhado com as inovações.

Fonte: www.markeninja.com.br

Saiba mais sobre marketing digital e empreendedorismo em outros conteúdos exclusivos do blog. Aproveite para fazer seu comentário sobre o que achou deste artigo.

Flávia Rosa. Jornalista.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Leitor-Articulista

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR

Transmissão ao vivo Prêmio Comunique-se

Notícias Corporativas

TRANSMISSÃO PRÊMIO COMUNIQUE-SE 2017