JORNALISMO

Pedro Bassan trabalha como catador de lixo por causa do ‘Globo Repórter’

pedro bassan catador lixo especial globo reporter
(Imagem: TV Globo)

Com o objetivo de acompanhar pessoas que passam o dia recolhendo materiais recicláveis para vender, o repórter Pedro Bassan embarcou em matéria especial para o ‘Globo Repórter’. O trabalho gravado pelo profissional vai mostrar a história de catadores e reclicadores no Brasil. Além disso, Bassan sentiu na pele como é esse trabalho, que muitas vezes é visto com preconceito.

“Comecei a sentir medo de bater no trânsito, de ser atropelado, de não ter forças para subir e descer as ladeiras”, explica Bassan sobre a experiência de um dia como catador. Ao longo do especial, o repórter entrevista diversos personagens, entre eles Sérgio da Silva Bispo, que depois de 10 anos dormindo pelas ruas da capital catando lixo, trabalha, agora, motorizado. “Não só faço a coleta seletiva, mas a gestão de resíduo. Levo, peso, mando relatório. Quando o resíduo não é reciclável, encaminho para o destino correto”, explica o entrevistado.

Bassan ainda revela como é o dia a dia de Fabiana, que anda muitos quilômetros carregando o filho de 8 anos no carrinho, que acompanha a mãe no trabalho enquanto não está na escola. O ‘Globo Repórter’ vai, também, a Brasília, capital do país, para mostrar outro título da cidade: o de possuir o maior lixão da América Latina. São 35 milhões de toneladas acumuladas desde a construção da cidade.

O ‘Globo Repórter’ com a reportagem especial de Bassan vai ao ar na noite desta sexta-feira, 28, depois de ‘A Força do Querer’.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino