JORNALISMO

Repórter secreto e série sobre trans estreiam no Fantástico

repórter secreto - fantastico - trans - trangênero - série - estreia
Personagem de 'Quem Sou Eu?', nova série jornalística do Fantástico (Imagem: Reprodução)

A próxima edição do Fantástico será marcada por novidades. O programa da Globo levará ao ar o primeiro episódio da série ‘Quem sou eu?’. O conteúdo se pauta por histórias de transgêneros. Além disso, série que mostra o drama de pessoas que têm pânico de falar em público, a volta do chamado “repórter secreto” e nova vinheta de abertura serão destaques da atração dominical.

Fantástico, trans e o medo de falar em público

Dividida em quatro partes, ‘Quem sou eu?’ conta com reportagens de Renata Ceribelli. A série promete mostrar os mais diversos dilemas enfrentados por pessoas transgêneras. A série mostrará a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual. O tema abordado atrai a atenção da repórter à frente do conteúdo. “A desinformação e o desconhecimento sobre o assunto geram muito preconceito e muito sofrimento para quem passa por essa situação”, comenta a jornalista.

A produção do Fantástico exibirá a série especial com tons voltados à ficção. “Escolhemos contar essas histórias fazendo um paralelo com a fábula de ‘Alice no País das Maravilhas’”, relata Renata. “A nossa Alice que parte em uma jornada de autoconhecimento representa todas as pessoas que sentem que nasceram no corpo errado e estão em busca de sua identidade”, adianta a repórter. Ao todo, o material vai mostrar quatro pontos. O primeiro a ir ao ar será a história da menina de 11 anos (que nasceu em corpo de menino). Depois, serão exibidas as dúvidas enfrentadas por adolescentes transgêneros, as implicações da cirurgia de redesignação sexual e os relacionamentos familiares.

Também dividida em quatro episódios, a outra série a estrear no próximo domingo foi batizada de ‘Olha quem fala’. Conduzido pela apresentadora Poliana Abritta, o material vai ajudar pessoas que sofrem com do mesmo problema: o pânico de falar em público. O especial aborda que tem gente perdendo oportunidades profissionais por causa disso. Para resolver três casos, a jornalista contará com apoio de Max Gheringer (consultor de carreiras) e Reinaldo Polito (especialista em oratória). A dupla dará dicas aos personagens identificados como João, Luzia e Wilson.

O fantástico “repórter secreto”

Eduardo Faustini, o “repórter secreto”, estará de volta ao Fantástico. Reconhecido por matérias de cunho investigativo, ele já percorreu cerca de 50 mil quilômetros pelo país. Ao todo, recebeu mais de 100 mil denúncias. Para o apresentador Tadeu Schmidt, o colega trabalha “para dar voz à indignação e ao sofrimento do povo”. Ainda de acordo com o âncora, as reportagens “secretas” foram responsáveis por levar mais de 100 pessoas à prisão. Os motivos? Revelações de pessoas envolvidas em corrupção. A pauta de reestreia será em Foz do Iguaçu (PR) para “mostrar o sucateamento da saúde pública por conta de uma organização criminosa que tentou um golpe de quatro bilhões de reais”.

Fantástico de cara nova

O combo de estreias se completa com a abertura. Diretor de comunicação da Rede Globo, Sergio Valente explica que a nova vinheta reforça os quatro elementos da natureza. “Cada vez que pensamos em uma nova abertura para o programa, nos desafiamos a imprimir algo que nos ajude a responder à pergunta: o que é fantástico?”, pontua o executivo-criativo. “O fogo, o ar, a água e a terra são a base de tudo o que há de mais fantástico no mundo. Resgatamos também a dança, mas queríamos algo novo. Encontramos o trabalho incrível da Companhia Urbana de Dança, que representa a diversidade e o talento mais puro do brasileiro, e misturamos com bailarinas clássicas para criar essa coisa nova, causar esse impacto que a coreografia da abertura traz”, analisa o diretor.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino