JORNALISMO

Revista Exame compara brasileiros a Mick Jagger: “trabalhar velhice adentro”

(Imagem: Reprodução/Exame/Facebook)

A revista Exame apresentou a capa de sua mais nova edição na manhã desta quinta-feira, 12. Em posts nas redes sociais, a equipe da revista mantida pela Editora Abril mostrou que o astro britânico Mick Jagger, que aos 73 anos lidera a banda Rolling Stones, aparecerá como destaque dos exemplares que logo mais estarão nas bancas e nas casas dos assinantes. A pauta compara o roqueiro septuagenário com os trabalhadores brasileiros, que, segundo a publicação, estão fadados a “trabalhar velhice adentro”.

CAPA EXAME

Trabalhar para sempre. E sem drama.Cada vez mais aposentados estão descobrindo que não é preciso viver na praia para ser feliz depois dos 65.Saiba como chegar lá. Leia nesta edição de Exame 😉

Publicado por Exame em Quinta, 12 de janeiro de 2017

Apesar de trazer o famoso cantor na capa, a matéria principal da nova edição da Exame discute questões relacionadas ao conjunto de novas regras de aposentadoria no Brasil, que, entre outros pontos, definiu 65 anos como idade mínima para pedir o benefício junto à Previdência Social. Baseada nisso, a revista crava que seguir na ativa mesmo após chegar à terceira idade “vai ser ótimo”, desde que o povo se prepare para isso. “Boa notícia”, registra o veículo de comunicação.

Como poderia se imaginar, a capa da Exame repercutiu entre jornalistas. Colunista da Carta Capital, Antonio Luiz M. C. Costa lembrou que, apesar da comparação com o trabalhador comum do Brasil, Mick Jagger recebe espécie de aposentadoria por parte do governo do Reino Unido desde julho de 2008, conforme noticiado pela Reuters em texto repercutido pelo site do jornal Extra. “Trabalhar para sempre. Nessa nova fórmula de aposentadoria que a Exame torce para que comece a valer logo não haverá aposentadoria”, criticou George Marques, repórter do The Intercept.

Além de ser comentada por profissionais da imprensa, a produção da revista de negócios da Editora Abril tem agitado as redes sociais. No post em que a versão animada da capa foi divulgada na fan page da marca, já são mais de 2,4 mil reações, 3 mil compartilhamentos e 1,7 mil comentários. No Twitter, o nome do roqueiro britânico aparece nos trending topics (termos mais comentados) no Brasil. Com isso, a própria equipe do microblog pontuou que ele “virou meme de novo”.

 

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017