MAIS COMUNICAÇÃO MARKETING & PROPAGANDA

Ricardo Boechat, Flávia Oliveira e artistas estrelam campanha pelo fim da proibição às drogas

Vídeo denuncia os males causadas pela atual política de drogas no país (Imagem: Divulgação)

Jornalistas, atores, policiais militares, cientistas e ativistas se uniram à campanha “Da Proibição Nasce o Tráfico”, que denuncia os males causados pela atual política de drogas no país. Personalidades como Ricardo Boechat e Flávia Oliveira fazem parte da ação em vídeo lançada pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Candido Mendes (CESEC), na terça-feira, 29.

O vídeo idealizado pelo escritor João Paulo Cuenca e pelo jornalista Bruno Torturra, conta com o formato de jogral, enquanto imagens de arquivo mostram ações policiais no Rio de Janeiro. Além dos profissionais da imprensa, participaram personalidades como os atores Wagner Moura, Leandra Leal e Gregório Duvivier e o empresário e ex- apresentador do programa Navegador da Globonews, Alê Youssef.

“Por uma coincidência terrível, nosso vídeo vem à tona justamente no momento em que o Rio de Janeiro vive aumento agudo e intenso dessa trágica guerra às drogas”, reflete a socióloga Julita Lemgruber, diretora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania. “O vídeo é essencial para lembrar que os danos causados pela política de guerra às drogas supera, em muito, os danos provocados pelo eventual uso abusivo de qualquer droga”, declara.

A “Da Proibição Nasce o Tráfico” foi lançada em 2015, por meio do trabalho de vários cartunistas famosos, como Laerte, Angeli e André Dahmer que tiveram seus cartuns estampados na traseira de ônibus. Além disso, a iniciativa organizou palestras e inúmeras atividades, além de ter trazido ao Brasil nomes proeminentes na discussão sobre política de drogas em todo o mundo, como a advogada Deborah Small e o neurocientista e professor da Columbia University, Carl Hart.