JORNALISMO

‘Roda Viva’ deixa de usar música de Chico Buarque após notificação extrajudicial

O cantor e compositor Chico Buarque pediu por meio de seus advogados que a TV Cultura deixe de usar a música Roda Viva no programa jornalístico de mesmo nome. Há 30 anos o ar, a atração passou a usar a composição em 2008 quando Fernando Faro, morto em abril, solicitou informalmente ao músico que autorizasse o uso. Faro, então diretor do núcleo de música da TV Cultura, era amigo pessoal de Chico.

Assinado pelos advogados Rodrigo Köpke Salinas e Leo Wojdyslawski, o texto que pede a retirada da música afirma que a obra composta em 1967 é símbolo da luta contra o autoritarismo e a repressão. A decisão de Chico em relação à obra foi tomada após o ‘Roda Viva’ entrevistar o presidente Michel Temer, no dia 14 de novembro. Quando o conteúdo foi ao ar, o coletivo Jornalistas Livres divulgou manifesto pedindo a retirada da canção da trilha da atração e logo em seguida Chico se pronunciou por meio da ação extrajudicial.

Os advogados de Chico comentam que a utilização requer autorização. Os profissionais pediram que a Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, apresente em até 48 horas a autorização para a utilização da música em questão no programa ‘Roda Viva’ ou deixe de usar.

À reportagem do Portal Comunique-se, a TV Cultura não comentou o caso e se limitou em dizer que, em comemoração aos 30 anos do ‘Roda Viva’, a emissora reformulou todo o pacote gráfico e vinhetas do programa. Assim, dentre as ações já previstas de atualização, a atração passa a ter nova trilha sonora a partir desta segunda-feira, 28.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino

BLACK FRIDAY COMUNIQUE-SE