JORNALISMO

Sete bases de dados para cobrir municípios

Quem faz a cobertura de pautas regionais pode contar com o apoio de algumas bases de dados locais. A Abraji selecionou sete delas:

1) Painel Municípios

Lançado no dia 2 de fevereiro pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, reúne dados como:

– total de manifestações registradas na Ouvidoria-Geral da União

– transferências feitas pelo Governo Federal para o município

– relatórios de auditorias e fiscalizações realizadas pelo Ministério na prefeitura

– quantidade de denúncias, reclamações, elogios, solicitações e sugestões oriundas do município

– empresas do município declaradas inidôneas e suspensas de participar de licitações.

2) Meu Município

Nele é possível encontrar informações referentes aos gastos públicos do município, orçamento e origem dos recursos.

3) Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) por município

Cruza diversos perfis, como geográfico e ocupacional podendo escolher determinados intervalos temporais.

4) QEdu

Concentra dados de educação pública nos municípios, como a quantidade crianças que frequentam as escolas, taxa de abandono, qualidade do ensino, salário dos professores, nível de aprendizado dos alunos.

5) Observatório do PNE (Plano Nacional de Educação)

Também de educação, é focado nos indicadores referentes a cada uma das 20 metas do PNE.

6) Datasus (departamento de informática do Sistema Único de Saúde do Brasil)

Fornece informações como relação de mortes por município, aumento de casos de uma doença específica, além de outras informações que dizem respeito à saúde pública.

​7) SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) Municípios

Inclui os dados de saneamento básico (consolidados por município).

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017