MAIS COMUNICAÇÃO

Tiroteio perto de torre de transmissão deixa rádios públicas fora do ar

rádios públicas

As rádios públicas Nacional e MEC AM do Rio de Janeiro ficaram fora do ar na última semana, devido a um tiroteio na região próxima à torre de transmissão das emissoras, em Itaoca, São Gonçalo, região metropolitana do Rio. Tiros atingiram o transformador da rede que fornece energia para a antena. Segundo o engenheiro de Operações da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) Luiz Cesar de Oliveira, a concessionária de energia elétrica trabalha no local para resolver o problema.

De acordo com o engenheiro, não há previsão de normalização do serviço das rádios. A programação está sendo transmitida pela internet.

A região do tiroteio é dominada pelo tráfico de drogas, e os confrontos entre policiais e homens armados são frequentes, segundo a Polícia Militar.

A 74ª Delegacia de Polícia informou que policiais militares faziam operação na comunidade Linha, no bairro Rio do Ouro, em São Gonçalo, quando foram recebidos a tiros por criminosos.

Um homem foi preso e cinco menores de idade foram apreendidos, acusados de associação para o tráfico. Quatro adolescentes, com idades entre 14 e 17 anos, ficaram feridos e foram levados a um hospital. Neste momento, apenas o jovem de 17 anos permanece internado. Na ação, foram apreendidos uma arma, um rádio, drogas e dinheiro.

*Edição: Juliana Andrade

*Flávia Villela – Repórter da Agência Brasil*

*Colaborou Joana Moscatelli, Repórter do Radiojornalismo.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Agência Brasil

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017