MARKETING & PROPAGANDA

UOL escreve carta aberta e afirma que é hora de repensar a publicidade online

publicidade online
(Imagem: Divulgação)

Em carta aberta publicada na sexta-feira, 31, o UOL defende que é hora de repensar a publicidade online. No texto, o veículo fala sobre o relacionamento entre propaganda e conteúdo relevante e crível, afirmando que a crença nos anúncios online está abalada pela associação a fake news.

“A crença na publicidade online foi abalada nos últimos dias. Alguns dos maiores anunciantes do mundo reduziram ou encerraram o investimento em algumas das principais plataformas de mídia digital. O motivo? Propaganda associada a conteúdos falsos ou ilegais. Pela impossibilidade de controlar o contexto de veiculação e pela falta de transparência nas métricas para mensuração das entregas e resultados. Entendemos que essas notícias sinalizam o início de um movimento importante do mercado”, diz o UOL.

Para o veículo, algumas empresas perceberam que colocam suas marcas em risco ao anunciar em páginas e vídeos sem se preocupar com o conteúdo ou contexto que está associado a elas. Porém, a discussão sobre contexto não é nova, nem é específica das mídias digitais, mas foi colocada em segundo plano com a consolidação de plataformas digitais globais, nas quais a própria audiência produz o conteúdo.

O UOL argumenta que série de players digitais disseminaram a tese de que uso de dados para alcançar o público-alvo já bastava ou mesmo era mais importante do que o tipo de conteúdo em que a mensagem é veiculada. “Essa tese defende que onde veicular a campanha já não era tão importante. O discurso defendia focar 100% em quem via os anúncios. O mercado absorveu esse conceito com pouca ponderação, até os últimos acontecimentos”.

Na defesa de que é hora de repensar a publicidade digital, o UOL fala sobre sua história, afirmando que há mais de 20 anos produz conteúdo “independente, de qualidade, com transparência e credibilidade”, e lista parceiros como Folha de S.Paulo, TV Bandeirantes, Cyber Cook, Vírgula, Olhar Digital, Brasil Escola, Rede TV, Gizmodo, Notícias da TV, Omelete, Glamurama, Jovem Pan, canais Discovery e ESPN. O site fala, ainda, sobre seu modelo de trabalho, baseado na confiabilidade para audiência e anunciantes.

“Oportunistas tentam desqualificar a publicidade digital. Abandonar o meio é negar os avanços que a internet trouxe e a credibilidade dos produtores de conteúdo jornalístico sério, capazes de oferecer associação de marca em contexto apropriado, com transparência para quem anuncia. É retroceder algumas décadas para não enfrentar o real problema. ‘Content is king’, dizia a velha máxima da publicidade. É hora de voltar a levar essa frase a sério”, finaliza o veículo na carta.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino