noticias-corporativas

Coronavírus e estética: os cuidados essenciais em clínica diante da pandemia

Dra Bruna Caroline explica cuidados que vem tomando em clínica com clientes e equipe

2/7/2020 – “Algumas coisas vão ser aperfeiçoadas nos atendimentos.Terão menos atendimentos com intervalos maiores entre eles, para evitar aglomerações na recepção”

Com tantas mudanças ocorridas nos últimos meses devido a pandemia provocada pelo coronavírus, os salões de beleza e clínicas de estética tiveram que passar por algumas modificações em suas rotinas para permanecerem em funcionamento. O padrão de protocolos nesse setor pretende garantir a segurança sanitária de clientes e funcionários, além de evitar a disseminação do vírus.

De acordo com a biomédica Bruna Caroline, durante a pandemia na clínica em que ela atua na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, aconteceram cursos de biossegurança, para justamente saber como agir e ter cuidado na parte de higienização e sanitização do estabelecimento. “Algumas coisas vão ser aperfeiçoadas nos atendimentos.Terão menos atendimentos com intervalos maiores entre eles, para evitar aglomerações na recepção, além de ser proibido o paciente levar acompanhantes nos atendimentos”, afirma.

“Outra medida que estabelecemos foi a inserção de Álcool em gel em toda clínica para que os pacientes ao entrarem e permanecerem, higienizam as mãos. Na entrada é medida a temperatura dos pacientes, e os que estão com sintomas de resfriados ou algo do tipo não prestamos atendimentos”, apenas remarcamos”, destaca a especialista em estética avançada.

Para ela, a maior dificuldade será em relação a nova maneira de abordar clientes e pacientes. “Precisamos nos reinventar muito rápido e ainda estamos engatinhando na digitalização de vários processos da clínica. Antes ocorriam muitos atendimentos de maneira espontânea, sem um pré-agendamento, agora todos os atendimentos precisam ser marcados com antecedência e temos ainda que contar com a “consciência” do cliente em não desmarcar, visto que, se ele desmarca em cima da hora, ele nos prejudica muito”, observa.

“Não é como antes que se a pessoa faltasse, tinha outra na clínica esperando para ver se ocorria uma desistência. Existe um tempo entre um atendimento e outro e ele deve ser respeitado, ou seja, se ele desmarcar em cima da hora, ficamos sem lucro nenhum e sem chance de tentar recuperar algo daquele horário perdido, mas estamos felizes por estarmos voltando aos poucos para nossas atividades”, finaliza Dra Bruna.

Website: https://www.instagram.com/bruucaroline/