COMUNICAÇÃO

De VP a mestre, “transformação” na ESPN provoca pacote de baixas

espn - programa de estagio - projeto draft - inscricoes de estudantes
Selecionados irão atuar na sede da ESPN em São Paulo (Imagem: divulgação)

Marca inicia a semana com demissões em sua divisão brasileira. Ao menos nove jornalistas deixam a empresa dedicada a quem é “fã de esporte”

Os canais ESPN começaram a semana com demissões em série. Ao menos, nove baixas foram sofridas na segunda-feira, 14. Alegando processo de “transformação”, a empresa de mídia dispensou do vice-presidente João Palomino a apresentadores e comentaristas. ‘Mestre do Jornalismo’ da categoria esporte do Prêmio Comunique-se, Juca Kfouri está na lista de profissionais que deixam a emissora.

Leia também:

Além de João Palomino, outros três nomes com cargo de chefia constam na lista de dispensas: Arnaldo Ribeiro (chefe de redação e comentarista), Eduardo Tironi (editor-executivo e comentarista) e Renata Netto (gerente de produção). Na parte de analistas, como Juca Kfouri, também deixam a ESPN Cláudio Arreguy, Maurício Bastos e Rafael Oliveira. Apresentador do ‘Bola da Vez’, João Carlos Albuquerque completa o time de jornalistas que estão fora da emissora esportiva.

Em comunicado enviado à imprensa, a empresa de comunicação fala em “transformação” e alega que as demissões fazem parte de planejamento focado em transmissões de eventos de futebol e outras modalidades. “A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo”, alega a equipe de comunicação do canal.

O material que traz o posicionamento oficial da emissora valoriza algumas das competições que ela exibe no Brasil, casos dos campeonatos inglês e espanhol de futebol e o torneio de basquete dos Estados Unidos. “A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras”.

João Palomino - ESPN
João Palomino estava na ESPN desde 1995. Foi apresentador e narrador. Ele liderou o projeto de rádio da marca e, nos últimos anos, era o VP no Brasil (Imagem: divulgação)

ESPN e o ano fiscal

Apesar de falar em “transformação” mediante novas formas de se consumir conteúdo e em decisão baseada em planejamento voltado às coberturas ao vivo, a ESPN se viu obrigada a realizar demissões para manter seu equilíbrio financeiro. Mantida pela norte-americana Disney, a marca concretiza as demissões a pouco mais de um mês do início do ano fiscal dos Estados Unidos (a partir de 1º de outubro). Historicamente, mesmo no Brasil, os cortes de pessoal ocorrem sempre em agosto ou setembro.

Futebol europeu

As demissões desta vez chamam a atenção pelo fato de ter ocorrido na semana em que a emissora comemorava o retorno à tela de grandes competições do futebol europeu. Detentora dos direitos de transmissão da Premier League no país, a ESPN abriu mão, por exemplo, de Rafael Oliveira, jornalista com passagem pelo Esporte Interativo e reconhecido por ser um especialista em futebol inglês. A demissão dele causou indignação em “fãs do esporte”, que reclamaram por meio das redes sociais.

Bola para frente

Parte dos demitidos usou a internet para conversar diretamente com o público. Em linhas gerais, os jornalistas agradeceram pelo carinho demonstrado por colegas e telespectadores e indicaram que a bola segue em suas trajetórias profissionais. “Não desisto do jornalismo raiz, mesmo que o espaço só diminua. Volto à luta e espero em breve anunciar novidades”, publicou Cláudio Arreguy em seu perfil no Twitter, informando que deixou a ESPN ao lado de “companheiros ilustres”.

eduardo tironi - espn
(Imagem: reprodução/Twitter)

Maurício Barros, por sua vez, aproveitou postagem de Mauro Cezar (comentarista que segue contratado dos canais ESPN) para divulgar o projeto que já mantém no ar em parceria com o também demitido Eduardo Tironi. A dupla é responsável pelo podcast “Sonzêra FC”. Com frequência semanal — normalmente — o programa se propõe a unir o meio futebolístico ao cenário musical. Conta com canal no YouTube e é distribuído em plataformas como Spotify e Deezer.

Tags

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR