Empresas aderem a uma nova metodologia de avaliação de desempenho como alternativa aos planos de carreira

Focada no desenvolvimento individual de cada colaborador, a nova visão de avaliação de desempenho auxilia empresas de alto crescimento na retenção de talentos.

avaliação de desempenho

Uma nova avaliação de desempenho ( Foto de Olu Eletu, no Unsplash )

São Paulo, SP, 28/02/2018 –

A Vaipe, startup brasileira de tecnologia voltada para soluções de recursos humanos – HR Tech – por meio de uma plataforma online, oferece uma nova metodologia de avaliação de desempenho. Mais dinâmica, curta e com resultados automatizados, ela promete ser um caminho alternativo para desenvolver colaboradores e dar uma resposta assertiva ao pedido de plano de carreira.

A avaliação de desempenho foca em um novo modelo de performance: avaliar recorrentemente, seja trimestral ou semestral, os membros das equipes com um questionário simples, focado em acompanhar e evoluir o desempenho. Com menos perguntas, mais objetividade e a possibilidade de avaliar qualquer pessoa da organização, esse modelo traz uma visão ampliada e mais fiel possível da realidade sobre o desenvolvimento dos colaboradores.

Segundo Adriana Barbosa, CEO e fundadora da Vaipe, empresas têm aderido ao novo modelo para reter e desenvolver talentos: “Os melhores feedbacks são aqueles em que exemplos reais são dados para o colaborador. Quando a avaliação acontece de maneira anual, dificilmente a riqueza de exemplos com detalhes será suficiente ou mesmo assertivos”, aponta a CEO que já fundou e atuou como CEO de outra startup durante 4 anos.

A metodologia da avaliação de desempenho foi testada a partir de análises e vivências em empresas de alto crescimento. Uma delas foi a Lendico, fintech voltada para empréstimos que optou por usar a plataforma como ação da área de gente e gestão: “Um dos pedidos recorrentes do nosso time era suporte para ajudá-los a se desenvolver profissionalmente”, aponta Juliana Marin, responsável pelo RH. Mas esse pedido não fica restrito ao time da Lendico. Segundo Adriana, 76% dos colaboradores cadastrados na plataforma são millenials: “Ao analisar os resultados, percebemos que um dos pontos mais demandados por essa geração profissional realmente é o plano de carreira. A avaliação de desempenho com foco em identificar quais são as lacunas de aprendizado e comportamento é uma ferramenta poderosa para se traçar planos de desenvolvimento individual”, afirma.

Outro diferencial consiste na estrutura de quem avalia quem: proposta pela Vaipe, as avaliações chamadas de Espontâneas possibilitam que qualquer colaborador avalie outro dentro da organização. Mas isso não exclui as autoavaliações e avaliações de gestores aos seus liderados, que são obrigatórias. Segundo dados retirados da plataforma da Vaipe, até 69% dos colaboradores recebem avaliações espontâneas de outras pessoas da empresa, o que ajuda a reduzir o viés negativo ou positivo das avaliações 90º gestor-colaborador.

Os resultados das avaliações são compartilhados individualmente em sessões de feedback entre os gestores e seus liderados. Os dados ficam disponíveis na plataforma para consulta e compara ainda os períodos de análises para acompanhamento de evolução individual ou geral da empresa.

Jéssica Carvalho, responsável pelo departamento pessoal da Syhus, consultoria contábil, explica que a cultura de feedback sempre existiu, mas não era organizada: “Sempre tivemos um canal de comunicação claro e os gestores são muito abertos a ouvir. Mas isso não acontecia de uma forma estruturada: a gente não coletava dados e não tínhamos uma periodicidade definida. Mas agora estamos acompanhando esses dados para poder garantir desenvolvimento de um time de alta performance”, exemplifica.

Por fim, para Adriana, é importante que todo o time tenha consciência do papel da nova avaliação de desempenho, que é o desenvolvimento de equipes: “Os gestores, se não possuírem, deverão desenvolver suas habilidades de feedback. Os liderados passarão a ter uma visão clara do que devem parar de fazer e o que devem começar a fazer para se desenvolverem individualmente. É um ganho para toda organização”, conclui.

Para saber mais sobre avaliação de desempenho, a empresa disponibiliza uma página explicativa: http://conteudo.vaipe.com.br/avaliacao-de-desempenho. Se preferir, é possível mandar um email para fale@vaipe.com.br e agendar uma conversa.

Sobre Adriana Barbosa
Adriana Barbosa é Fundadora e CEO da Vaipe. Também fundou e atuou como CEO da payleven/SumUp – Fintech de pagamentos móveis por 4 anos. Fez parte da equipe fundadora da Mobly e já trabalhou como consultora estratégica focada em produtos e serviços financeiros da A.T. Kearney e KPMG (Panamá). É formada em Administração de empresas pela FGV-EAESP e Mestranda em Marketing pela FEA-USP.

Sobre Vaipe: https://vaipe.com.br
A Vaipe é uma startup brasileira de tecnologia voltada para soluções de recursos humanos – HR Tech – em atuação desde fevereiro de 2017. Por meio de uma plataforma online, oferece serviços de pesquisa de clima organizacional automatizada, termômetro de engajamento dos colaboradores, mapa de influenciadores corporativos, avaliação de desempenho, entre outras.

Website: https://vaipe.com.br