COMUNICAÇÃO

Repórter é demitido do Grupo Globo após xingar colega

vene casagrande - ana thais matos - o globo - sportv - grupo globo - capa
Ofensa publicada no Twitter provocou demissão (Imagem: reprodução)

Postagem publicada no perfil do jornalista Venê Casagrande se referia à comentarista Ana Thaís Matos como “piranha”. Repórter negou ser o autor da ofensa, se desculpou, mas acabou demitido do Grupo Globo. Ele era integrante da equipe de esportes do diário O Globo

Uma mensagem publicada em rede social provocou a demissão de Venê Casagrande do jornal O Globo. Ele foi demitido nesta quarta-feira, 8. Horas antes, o perfil do repórter no Twitter postou ofensa a uma colega de crônica esportiva do Grupo Globo. Verificada, a conta do jornalista se referiu a Ana Thaís Matos, do SporTV, como “piranha”. Reportagem de Brunno Carvalho para o UOL indica que a dispensa foi motivada por tal conteúdo ofensivo.

O caso se deu a partir de postagem de Ana Thaís Matos. Na rede de microblogs, ela definiu como “coisa mais patética” a cena em que o árbitro Ricardo Marques Ribeiro ora diante do equipamento do VAR antes de iniciar o confronto São Paulo X Flamengo. Válida pelo Campeonato Brasileiro, a partida foi realizada na tarde de domingo, 5. Pelo próprio Twitter, Venê Casagrande respondeu à colega de Grupo Globo. “Vai tomar no cu, sua piranha. Vive pagando de politicamente correta e agora quer criticar a crença alheia? Vai se fuder”, ofendeu.

vene casagrande - ana thais matos - o globo - sportv - grupo globo
(Imagem: reprodução/Twitter)

Demitido do Grupo Globo após à publicação no Twitter, Venê Casagrande se posicionou por meio da própria rede social. O jornalista fez questão de se desculpas pelo episódio, mas afirmou não ter sido ele o autor do xingamento e das palavras de baixo calão contra Ana Thaís Matos. “Devo um pedido de desculpas e uma explicação à comentarista Ana Thais Matos. Não escrevi a mensagem com as ofensas, mas cometi um erro que merece um esclarecimento em respeito à profissional e aos seguidores”, escreveu o profissional.

Autor das ofensas?

Venê Casagrande afirmou que foi uma terceira pessoa a responsável pela ofensa contra a comentarista esportiva do SporTV. Não revelou, contudo, quem seria de fato o verdadeiro autor da mensagem que culminou em sua demissão de O Globo. “Uma pessoa que já teve acesso à minha senha e conta no Twitter me procurou e admitiu que, erroneamente, tinha postado os xingamentos à Ana Thais pela minha conta, quando a intenção era fazer em seu próprio perfil pessoal”, garantiu.

Posicionamento

Confira, abaixo, a íntegra do posicionamento do jornalista Venê Casagrande, que foi demitido do Grupo Globo:

Recebi um print com a conversa, pensei se tratar de uma montagem, pois não tinha escrito aquilo. Avisado que aquilo havia sido realmente postado e apagado, pensei ter tido a conta invadida. Tomei as providências de troca de senha e reinicialização da conta.

Posteriormente, uma pessoa que já teve acesso à minha senha e conta no Twitter me procurou e admitiu que, erroneamente, tinha postado os xingamentos à Ana Thais pela minha conta, quando a intenção era fazer em seu próprio perfil pessoal.

Além de condenar a atitude desta pessoa, peço desculpas porque jamais deveria deixar o acesso à minha conta aberto a ninguém capaz de proferir aquelas palavras. Cometi um erro. Mas deixo claro que sou respeitoso com todos os colegas e jamais seria capaz de dizer aquilo.

Por fim, reforço minha negligência em deixar minha conta aberta a terceiros, dando espaço para que um erro assim acontecesse e o meu pedido de desculpas à comentarista, que como qualquer pessoa, jamais deve ser alvo de ofensas, ainda mais ao emitir uma opinião.

Leia mais – ‘Comunicação’:

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR