COMUNICAÇÃO

Revista Época: nova diretora e mudança para o Rio

época - daniela pinheiro - capas - mudanças
Capas da revista Época, que terá nova diretora e nova redação em 2018 (Imagem: Divulgação/Facebook)

Jornalista Daniela Pinheiro deixa a Piauí para ser diretora de redação da Época. Redação da revista se prepara para trocar São Paulo por Rio de Janeiro

João Gabriel de Lima deixou a direção de redação da revista Época no início do mês. Agora, com Diego Escosteguy à frente do time de jornalistas do semanário de forma interina, o diretor-geral da Editora Globo e da Infoglobo, Frederic Kachar, informa mais uma mudança. Em comunicado interno, o executivo destaca que a publicação chegará em 2018 sob comando de uma jornalista reconhecida – e premiada – por seu trabalho em grandes reportagens. Trata-se de Daniela Pinheiro.

O anúncio faz com que Daniela Pinheiro, a futura diretora de redação da Época, deixe a equipe da revista Piauí. Há dez anos no veículo mensal controlado pelo banqueiro João Moreira Salles, a jornalista foi repórter especial e vinha respondendo pela operação digital e coordenação de novos projetos. Anteriormente, somou passagens por Folha de S. Paulo (onde iniciou a carreira), Jornal do Brasil e Veja. Chegou a atuar na própria Época, integrando o time que cuidou das primeiras edições da marca.

Mais mudança no impresso do Grupo Globo:

daniela pinheiro - revista época - perfil
A jornalista Daniela Pinheiro, que está de saída da revista Piauí (Imagem: arquivo pessoal)

“Daniela já teve trabalhos mencionados por veículos como The New York Times, The Guardian, The Economist e The Financial Times. Venceu quatro vezes o Troféu Mulher Imprensa e três vezes o Prêmio Comunique-se como a melhor jornalista de mídia escrita do país”, cita Frederic Kachar, destacando que a jornalista nomeada diretora de redação da Época conquistou trinca de troféus no “Oscar do Jornalismo Brasileiro”. As vitórias de Daniela Pinheiro na premiação organizada pelo Grupo Comunique-se foram conquistadas em 2012, 2015 e 2017.

Redator-chefe desde janeiro de 2015 e atual diretor de redação interino da Época, Diego Escosteguy seguirá como contratado do Grupo Globo. Sem muitos detalhes, Kachar apenas avisa que o jornalista ajudará no processo de troca de gestão da revista até o fim do ano e de integração das redações dos veículos sob o guarda-chuva da Infoglobo e Editora Globo. Em 2018, segundo o diretor-geral da empresa, “ele assumirá um novo desafio na redação integrada”.

De São Paulo para o Rio de Janeiro
No mercado de revistas desde 1998, a Época terá outra mudança para o próximo ano. Mudança no sentido literal. Em 2018, a sede da redação será transferida de São Paulo, onde opera no bairro do Jardim Paulista, para a capital fluminense. A alteração vai impactar o trabalho de muita gente, pois, segundo consta no serviço de mailing do Grupo Comunique-se, a atual sucursal carioca da publicação conta com apenas quatro profissionais. Além da estrutura a ser reformulada, o trabalho será integrado com as redações dos jornais O Globo e Extra.

“As mudanças visam ao fortalecimento editorial das marcas, enriquecendo a produção do jornalismo de excelência com a união das equipes em um ambiente de colaboração constante”, afirma Frederic Kachar. O executivo ainda que, dessa forma, a então matriz da Época em São Paulo passará a funcionar como sucursal, como a que existe em Brasília.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!