JORNALISMO

Baderneiros tentam invadir cabine da Rádio Bandeirantes durante jogo

baderneiros - rádio bandeirantes de campinas
Carlos Batista foi ameaçado durante transmissão de jogo (Imagem: Arquivo Pessoal)

A Ponte Preta venceu o São Bento por 2 a 1 em Sorocaba (SP), em jogo realizado na tarde de domingo, 26. Porém, o locutor esportivo Carlos Batista, da Rádio Bandeirantes de Campinas, teve preocupação maior do que narrar os lances da partida. O profissional foi alvo de baderneiros que estavam no estádio.

O narrador usou as redes sociais para informar que foi ameaçado por alguns “torcedores” logo após o gol de de empate do São Bento. Com medo, ele tentou se proteger. “Após o gol tive que narrar debaixo da mureta da cabine do estádio Valter Ribeiro. A torcida local ameaçou invadir a cabine após o gol de empate do São Bento. Foi um momento muito complicado. Seguranças da Ponte Preta ajudaram a conter o tumulto. Graças a Deus terminou tudo bem”, comentou.

Batista teve tempo e sangue frio para gravar as ameças e tentativa de invasão da cabine de transmissão, local que deveria ser restrito aos jornalistas, radialistas e técnicos dos veículos de comunicação. O material será enviado pelo locutor para a Federação Paulista de Futebol (FP), que irá tomar providências.

Ao site Futebol Interior, o comentarista Valdemir Gomes disse que se irritou com o corrido, ainda mais com um clube que disputa a elite do futebol paulista. E também culpou a posição do policiamento. “A torcida é despreparada e tem um bando de vândalos por aqui”, disse o cronista esportivo.

Além da FPF, a Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (Aceesp) vai apurar o ocorrido e se comprometeu a dar o apoio necessário aos jornalistas da Rádio Bandeirantes de Campinas.

SOBRE O AUTOR

Foto de perfil de Anderson Cheni

Anderson Cheni

Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Notícias Corporativas

VOTAÇÃO PREMIO COMUNIQUE-SE 2017