Portal Comunique-se

Criação de anúncios nas redes sociais: 7 erros que você não pode cometer

anúncios nas redes sociais - artigo de almir rizzatto
(Imagem: Reprodução/iStock)

Em artigo para o Portal Comunique-se, jornalista-empreendedor aponta atitudes que podem atrapalhar os resultados na área de social media

Compartilhe

A criação de anúncios nas redes sociais exige alguns cuidados importantes. Isso porque um erro pode arruinar toda a campanha, fazendo com que o investimento não gere o retorno esperado.

Leia mais:

E, muitas vezes, um mísero detalhe é capaz de promover um grande estrago. Por essa razão, é altamente indicado que apenas pessoas devidamente capacitadas realizem este tipo de trabalho.

Vira e mexe ouço alunos e clientes dizendo: “Fiz um anúncio e depois vi que, quem curtiu meu post, era um perfil de público muito diferente do que eu tinha definido”.

Dificilmente o problema foi da rede social. É quase certo que o erro foi em alguma configuração realizada pelo anunciante.

Confira os erros mais comuns na criação de anúncios nas redes sociais:

  1. Não definir previamente qual o objetivo do seu anúncio.
    Antes mesmo de começar a criar a campanha, é essencial definir o porquê você fará isso. O objetivo é gerar mais visitas ao seu site? Ter mais acessos em determinado conteúdo? Mostrar seu produto ou serviço para mais pessoas? Gerar mais vendas? Defina isso antes de tudo.
  2. Clicar em “turbinar/impulsionar publicação”.
    Este é um erro clássico. Não se seduza pelo botão de “turbinar” ou “impulsionar” publicação que aparece nas redes sociais. Você até consegue fazer um anúncio desta forma, mas com muito menos recursos do que pelo Gerenciador de Anúncios, no caso de Facebook e Instagram.
  3. Esquecer de colocar uma data final para a campanha.
    Se você não definir um dia para seu anúncio parar de rodar, corre o risco de só lembrar de pausar quando olhar sua fatura do cartão de crédito. Só deixe a campanha de forma contínua se você estiver muito consciente do que pode implicar esta decisão.
  4. Querer mostrar seu anúncio para todo mundo.
    Muitos anunciantes acham que quanto mais pessoas forem impactadas, melhor. E raramente isso é verdade. É preciso mostrar o anúncio para o público correto, ou seja, investir em quem realmente pode proporcionar algum retorno. Dificilmente você terá um produto ou serviço que seja de interesse do Brasil todo, para todas as faixas etárias, para as diversas formações.
  5. Escolher interesses inadequados na segmentação do público.
    Este é mais um erro clássico. Vamos pensar no cenário de uma empresa que quer mostrar seu anúncio para profissionais veterinários. E aí, na opção “Direcionamento detalhado”, digita “veterinários” e encontra isso como “interesse”. Obviamente, nem todos que têm interesse em “veterinário” são profissionais da área. Há pessoas que possuem animais de estimação, curtem páginas relacionadas ao universo pet (inclusive perfis e fanpages de veterinários). Então, muito cuidado na hora de analisar esses interesses, porque isso, sim, é um detalhe que pode fazer toda diferença.
  6. Usar a mesma arte para todos os espaços.
    Pensando em Facebook e Instagram, temos diversos espaços para veicular os anúncios: feed, stories, coluna da direita (Facebook)… Portanto, é essencial criar as peças (artes) nos tamanhos adequados para cada local.
  7. Não analisar as métricas.
    É fundamental que você acompanhe de perto a performance da sua campanha. E não é para fazer isso só no final. Deixe seu anúncio rodar pelo menos 24 horas e já comece a analisar se o seu objetivo (cliques, engajamento, visualizações de vídeos, vendas…) está sendo atingido. Caso o desempenho não esteja bom, interrompa e tente identificar qual o problema. Pode ser que arte, o texto pouco atrativo, um erro na segmentação do público, etc.

Tomando cuidado com esses 7 erros comuns, você aumenta muito a chance de acertar a mão na criação de anúncios nas redes sociais.

____________________

Curso online de redes sociais para jornalistas

Compartilhe
0
0

Almir Rizzatto

Jornalista, especialista em marketing digital, consultor, instrutor de cursos e fundador da Escola Digitalista e da agência RZT Comunicação.

Megalive do Prêmio Comunique-se 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata