COMUNICAÇÃO

A sobrevivência do rádio esportivo

negociacao - futebol - rádio esportivo
(Imagem: EBC)

Série de debates do quadro ‘O Rádio Faz História’ analisa como o segmento pode se manter relevante em meio à enxurrada de transmissões de futebol na TV e no streaming. Qual será o futuro do rádio esportivo? É o que se questiona

Além de ter se consagrado com o resgate das memórias mais marcantes do rádio no Brasil e no mundo, o quadro “O Rádio Faz História”, do programa Todas as Vozes, também se propõe a debater o futuro desse meio de comunicação tão essencial à vida humana.

Leia também:

Nesta postagem, especialistas discutem o futuro do Rádio Esportivo na concorrência com as transmissões, cada vez mais frequentes, de jogos pela televisão e plataformas digitais em vídeo. Afinal, o que devem fazer as emissoras de rádio para seguirem relevantes nos relatos das partidas?

Para esta mesa redonda, o âncora Marcus Aurélio conversou com Roberto Falcão, jornalista, professor, coordenador do curso de extensão em Jornalismo Esportivo das Faculdades Hélio Alonso (FACHA) e consultor para a imprensa no Comitê Organizador da Copa América 2019; e Mário Silva, comentarista esportivo da Rádio Nacional do Rio de Janeiro e demais emissoras da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Clique no player abaixo e ouça a análise:

“A locução traz essa emoção para o esporte. O esporte é emoção e o rádio é emoção. Um casamento perfeito”, declarou Roberto.

***** ***** ***** ***** ****

O programa ‘Todas as Vozes‘ vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 9h, na Rádio MEC. Apresentação: Marcus Aurélio e equipe.

Tags

SOBRE O AUTOR

Portal EBC

EBC

Site lançado em outubro de 2011 pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Produz conteúdo público com foco nos usuários de internet e apresenta, de forma integrada, as questões de comunicação pública. É composto de sete canais: notícias, cidadania, educação, esportes, tecnologia, cultura e infantil.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se