COMUNICAÇÃO

Acelerador de projetos digitais liderados por mulheres chega ao Brasil

mulheres - projetos digitais - brasil
(Imagem: Divulgação/Chicas Poderosas)

A iniciativa Chicas Poderosas anunciou o lançamento, em janeiro de 2018, da primeira edição do programa de treinamento New Ventures Lab, um acelerador para projetos em jornalismo digital liderados por mulheres. O curso acontecerá no Brasil.

“Temos esse plano para o Brasil porque é o único país latino-americano que não fala espanhol”, destaca a fundadora da Chicas Poderosas, Mariana Santos. “Queremos derrubar barreiras até na linguagem. Vamos tentar juntar o Brasil com o resto da América Latina, unindo mulheres empreendedoras, líderes de sucesso, de companhias, de organizações de meios, de mídias independentes. Esse é o plano”.

O acelerador pretende oferecer orientação estratégica e financeira para mulheres que buscam abrir suas empresas de mídia no mercado digital brasileiro. Poderão se inscrever grupos de três a quatro pessoas de maioria feminina e liderados por mulheres. O processo de seleção acontece a partir de 6 de novembro de 2017, com duração de um mês. As inscrições são on-line.

Serão dezessete semanas, desde janeiro até o fim de maio de 2018, em que os grupos terão aulas de empreendedorismo no jornalismo e de como acelerar suas organizações. Temas como marketing, monetização, coordenação de equipes e liderança digital estarão no currículo. O curso terá aulas on-line e presenciais. A princípio, a ideia é que os encontros aconteçam em São Paulo.

Em outubro, antes do curso, a Chicas Poderosas pretende ainda oferecer workshops de design thinking em três capitais brasileiras – Manaus, Recife e São Paulo. A intenção é dividir com novos públicos conhecimentos da área, mostrando como as organizações podem desenvolver novas ideias a partir das necessidades de seus clientes e usuários. Em Manaus, o evento será nos dias 14 e 15 de outubro; no Recife, em 28 e 29 de outubro; em São Paulo, em 4 e 5 de novembro.

“O objetivo da Chicas é tentar oferecer salto de qualidade no status da liderança feminina”, diz Mariana. “Queremos ter mais empreendedoras sociais e mulheres líderes nos veículos de comunicação digitais”.

Com fundação em 2013, a Chicas Poderosas é uma iniciativa que busca promover a introdução de mais mulheres nos mercados de mídia na América Latina. Com base em treze países, ela desenvolve, além do New Ventures Lab, outros treinamentos e eventos para a formação de mulheres jornalistas, seja na área de tecnologia, storytelling ou negócios.

SOBRE O AUTOR

Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR