OPINIÃO

As exigências do mercado de trabalho

mercado de trabalho - artigo - caroline santana - famesp
(Imagem: Famesp)

O mercado de trabalho na comunicação – e em outras áreas – é analisado em artigo. Confira, abaixo, o texto produzido pela jornalista Caroline Santana

É fato que o mercado de trabalho vem se modificando a cada dia. E suas exigências direcionam sua ordem, os profissionais e todas as atualizações que eles precisam executar. Além da sua reinvenção, o profissional não poderá se abrigar apenas na criatividade (que muitas vezes pode sair fácil, mas em outros momentos foge com a inspiração).

O cenário mudou. Quem está buscando uma recolocação no mercado de trabalho precisa ter um novo olhar e direcionamento que muitas vezes um curso superior ou de pós não serão suficientes para se integrar a este novo modelo com tantas mudanças e desafios que são impostos a todos, não somente aos que procuram oportunidades, porém também para aqueles que se encontram empregados.

Conservar o seu trabalho mesmo que pense somente na sexta-feira virou um desafio para os que recebem o salário seja no início ou fim do mês. É preciso entender de muitas coisas, não somente na sua área. A comunicação (minha área em específico) nunca esteve tão integrada e em rede. As vagas são disputadíssimas e o preenchimento na carteira nunca foi tão esperado. Até mais que o pagamento. E as vagas estão bastante exigentes também, não somente com a questão de uma outra língua intermediária, contudo de novos cursos que o profissional precisa ter.

“A comunicação (minha área em específico) nunca esteve tão integrada e em rede”

O tal Q.I (quem indica) também é um fator importante e a se preocupar porque o profissional pode ser excelente no que faz, alcançar uma experiência bacana e interessante, além de ser pró-ativo e apresentar uma expertise em seu espaço. Mas se ele não for a bola da vez para a instituição ou empresa por já apresentar um nome na classificação, de nada adiantará participar de algum processo seletivo.

Se a indicação for de profissional para profissional ou de empresa para profissional moldando o serviço ou tarefa que já se executou é uma outra coisa a se avaliar. Porque não passará por etapas de um processo que muitas vezes desgasta um profissional. Afinal, quem participa de processos com muitas etapas precisa estar ciente dos gastos que terá para estar presente em todas, caso seja aprovado ou classificado. Muitas vezes, ele não dispõe de recursos financeiros no momento. A competição, ou melhor, concorrência com um candidato que busca novas oportunidades ou salário, e já está atuando no mercado de trabalho será desfavorável ou desleal.

Leia mais:

Como o mercado continuará com suas vagas muitas vezes sem respostas pelos profissionais de RHs ou administrativos que respondem por tais, é preciso que o profissional tente se doar ao máximo em sua área para reconquistar seu espaço merecido, uma vaga decente ou expanda seu negócio como empreendedor (a). O que não faltam são exigências, orientações e caminhos que levam sempre à reciclagem e novas atualizações já que as vagas tão sonhadas estão voltadas aos concursos mesmo; nem por isso, menos disputadas.

Conheça os melhores caminhos, procure se orientar, realizar estudos e networking sempre ajudando quem está na mesma posição porque sempre existirão oportunidades para aquele que batalha, luta e se posiciona diante do mercado.

***** ***** ***** *****

Por Caroline Santana. Especialista em assessoria de comunicação e marketing pela Universidade Federal de Goiás. Bacharel em comunicação social – jornalismo pelas Faculdades Alves Faria. Tem experiência com assessoria de comunicação, redação, revista e produção de conteúdo para redes sociais. Atua como jornalista freelancer.

SOBRE O AUTOR

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR